Viajar a dois pode ser muito romântico, sobretudo se o casal tem algum motivo especial para festejar, como o aniversário de casamento / namoro, uma data especial, ou até mesmo uma viagem de volta ao lugar onde se conheceram.

Seja uma viagem curta ou longa, viajar a dois tem seus encantos, porém, existem dois lados da moeda, a relação pode melhorar e ambos se conhecerem melhor, como também ser um completo desastre e terminar por afundar a relação.

Durante os três primeiros meses deste ano, embarcamos eu e minha esposa rumo a uma grande aventura, viajar livremente pela Europa para fortalecer nossa relação e viver grandes momentos juntos.

Ambos aprendemos muitas coisas durante a viagem, hoje, compartilharei algumas dicas que serão bastante úteis.

Viagem romântica a dois

paris-franca-inverno-europa
Como disse anteriormente, viajar a dois pode ser uma grande oportunidade de renovar votos, se reconhecer, passar excelentes momentos juntos, mas para que isso aconteça, cada um deve dar o melhor de si e ceder aos gostos do outro.

Quando você sai de casa e entra numa viagem somente com outra pessoa, enfrentará diversas situações onde o bom senso deve prevalecer, seguem algumas dicas especiais para todo tipo de casal.

1) Tempo da relação = tempo máximo de viagem

Se você acabou de conhecer a pessoa, leva poucos meses namorando, é melhor ir devagar. A duração recomendada para uma viagem a dois quando a relação ainda é recente, é reduzida de acordo com o tempo que estão se relacionando.

Uma viagem pode ser muito desgastante, são horários para cumprir, quartos de hotel para compartilhar, café da manhã, almoço e jantar, sempre ao lado dessa pessoa. É nessas horas que você realmente conhece quem você tem ao seu lado.

2) Escolha o destino ideal para ambos

Muitos casais possuem a dúvida de qual é o destino correto para uma viagem a dois, questionando-se um ao outro, dificilmente entrarão em um consenso, é natural pois homens e mulheres pensam muito diferente.

Tenha em mente de que o destino é o de menos, quando se viaja a dois o importante é a sintonia.

O casal precisa estar em um lugar confortável, com certa intimidade e dispostos a aproveitar cada momento. Quando os parceiros possuem gostos muito diferentes, acredito que a Europa termina sendo uma excelente pedida, já que lá você poderá visitar vários países e assim satisfazer o desejo de cada um.

3) O diálogo é a chave do sucesso

Boneco de neve na Italia Europa
Como em qualquer momento de uma relação, o diálogo ajuda muito em uma viagem, mas há que se ter muito cuidado com o tom e a forma de se dirigir ao outro.

Em uma viagem é comum acontecerem muitos contratempos, como bagagem extraviada, vôos perdidos, hotéis fora do padrão esperado, gastos inesperados, é nesse momento que o diálogo pode lhes unir ou separar.

4) Dedique tempo ao romantismo durante a viagem

Quando se viaja a dois é importante estar em constante busca de situações quem possam fortalecer a relação, um jantar à luz de velas, uma visita a algum ponto turístico romântico, tudo colabora para sua relação crescer.

Existem muitos lugares onde você pode aproveitar a energia de uma viagem a dois, como por exemplo a Pont des Arts em Paris, onde casais apaixonados do mundo todo penduram um cadeado jurando amor eterno.

Ou visitar a Casa de Giulietta em Verona, local de encontro de Romeo e Giulietta, que embora sejam personagens de obra fictícia, possui uma legião de fãs que acreditam que o casal realmente existiu. Buscar situações românticas tem tudo a ver com uma viagem a dois e certamente lhes beneficiará como casal, pode ser até um pic-nic num belo parque, tudo está valendo!

5) Compartilhe decisões antes e durante a viagem

felicidade-inverno-paraiso-italia-europa
Uma viagem que não foi planejada a dois tem sempre o risco de se tornar um desastre, quando somente um dos dois fica a cargo de planejar tudo, pesquisar hotéis, pontos turísticos e encarregar-se de toda a parte burocrática de uma viagem, a outra pessoa está sendo ou egoísta, por deixar todo o trabalho sujo nas mãos do parceiro, ou está sendo excluída, participando da viagem como mera figurante.

Quando você viaja com seu par, juntos precisam ser o casal protagonista, participando de cada momento, cada decisão.

Para evitar brigas bobas durante a viagem, é importante discutir assuntos como dinheiro, compras, hora de acordar e dormir, se ambos perderem o sincronismo nestes importantes pontos, tudo pode ir por água abaixo.

6) Viva um momento só seu durante a viagem

É evidente que em um determinado momento, depois de dias inteiros juntos, cada um necessitará seu espaço, recomendo que seja combinado um dia em que cada um pode fazer o que bem desejar, separadamente do outro.

Essa técnica tem funcionado para unir casais com gostos diferentes, como no momento de ir às compras, nós homens normalmente não gostamos de estar um dia inteiro provando peças em diversas lojas para no final das contas levar umas poucas, esse é um gosto feminino, provar sem pressa, combinar peças, pensar muito e decidir somente no final. As mulheres adoram fazer compras, os homens em sua maioria não.

Eu e minha esposa em nossa viagem de Lua de Mel em Cancún.

Nós homens temos gostos particulares, cada um tem sua preferência, algo do que é fã, seja: futebol, tecnologia, bebidas, etc. É importante combinar momentos onde o casal pode separar-se e encontrar-se mais tarde.

Um bom exemplo é combinar um dia de visita em um Estádio famoso, com um dia de compras, cada um por seu lado e os dois super felizes.

Esse pequeno tempo separados certamente irá ajudar a valorizar todo o tempo que estão juntos durante o resto da viagem, ambos poderão ter tempo de refletir sozinhos sobre como está sendo a viagem e assim ter a oportunidade de melhorar em algum aspecto.

Considerações Finais

Essas simples dicas poderão fazer toda a diferença durante uma viagem a dois, são elas que irão decidir como vocês voltarão a casa, jurando amor eterno ou separados pelas diferenças.

É evidente que cada um precisa fazer sua parte, sobretudo, decidir o tempo que estará longe de casa baseado no tempo que sua relação é estável, sem conhecer completamente seu parceiro será difícil que sua viagem seja um sucesso, nestes momentos é que realmente conhecemos quem temos ao lado e muitas coisas podem vir à tona.

Casais mais unidos, de longa data, normalmente já conhecem os caprichos e teimosias do outro, para esses casos, as viagens a dois sempre trazem boas recordações e renovam os votos de amor.

Quero lhes desejar uma excelente viagem e que na volta o amor esteja mais forte do que nunca.

Artigo inspirado no Nomadistas