Calma, não leve tão a sério o título de “O melhor”, isso seria uma falta de respeito com todos os bares que cumprem a tradição das tapas em Madri. Deixe-me contar como cheguei neste resultado.

Nestes seis dias de Madri tive a oportunidade de provar em diferentes lugares as famosas Tapas, mais adiante explicarei exatamente o que são, pois bem, escolhi meu local favorito e adivinhem?

Está realmente numa lista de Top 3 “oficial”, portanto posso dizer que com base em minha experiência e na de experts do assunto o lugar realmente vale a pena. Estamos combinados!?

Afinal o que são Tapas?

De grosso modo são “petiscos”, mas a história vai muito além. As tapas são um tipo de aperitivo que se serve nos bares da Espanha sempre acompanhado de uma bebida, algumas vezes são grátis e outras vezes são pagas.

“Irse de tapas” é uma tradição espanhola, de um povo bastante adepto da noite e que adora uma boa farra. Os madrilenhos em especial, tem o costume de sair tarde e voltar ao amanhecer, o que eles fazem a noite toda? “Tapeo”.

A origem do nome é controversa, uns dizem que nos tempos mais remotos era comum tapar as copas de vinho ou copos de cerveja com um pedaço de pão ou uma fatia de presunto serrano, a modo e evitar que pousassem moscas.

Outra corrente diz que a origem esteve numa estratégia dos bares de oferecer os aperitivos bem salgados para incentivar o consumo de bebida, afinal, algumas tapas grátis são bem simples como batatinhas fritas, azeitonas ou amendoins.

A que me pareceu mais legal é a seguinte, o Rei Alfonso X “El sábio”, da época da Idade Média no século XIII, dispôs que não fosse mais servido o vinho sem um acompanhamento, dessa forma ele visava terminar com o problema do alcoolismo, ou seja, reduziria a bebedeira “tapando” o efeito do álcool.

A história verdadeira nunca se saberá, mas existe uma verdade que ninguém contestará, sair para beber umas copas acompanhadas de tapas em Madri é uma experiência inesquecível e a forma mais espanhola de curtir a noite.

Taberna del Chato, tapas gourmet

Estava eu lá sentado sozinho, quando uma bela garçonete se aproximou e perguntou o que eu gostaria de comer. Fugi de todo preconceito que eu pudesse ter com a comida e pedi “traga os suas 5 melhores variedades de tapas”.

A moça assustada falou, como assim? Eu disse, quero provar o que você tem de melhor, espero que isso não a intimide. Foi assim que chegaram deliciosos pratos ao melhor estilo de “finger food” que eu havia provado até o momento.

Tudo bem, nenhuma tapa foi cortesia da casa, existe uma regra bem clara e eu compreendi com o passar dos dias, não existe nada grátis nesse planeta, muito menos em Madri.

Se a tapa é grátis, ela é extremamente simples, mas a cerveja custa 3 euros. Se a tapa não é gratuita, ela é bem elaborada, custa entre dois ou quatro euros, mas sua cerveja custa de 1,20 a 1,90 euros, dependendo do tamanho do copo.

Colocados os pontos nos “is”, fiz uma acertada escolha, tanto que a moça se entusiasmou e me trouxe seis porções. Era necessário? Não, eu queria realmente provar e escrever este artigo para vocês.

Com dois ou três tapas você forra o estômago e está pronto para bater papo a noite inteira com amigos, curtir o ambiente e ver como essa gente sabe se divertir.

A tapa em si não é o principal, embora se diga vamos de tapas, acho que o espanhol não diria “vamos encher a cara” mesmo que esse seja a razão real, acompanhado de boas risadas e o bate-papo entre amigos.

Voltando a Taberna del Chato, os pratos servidos foram nomeadamente:

  • Pate de Perdiz;
  • Steak Tartare;
  • Nido de Langostino;
  • Tartar de Bonito com Algas;
  • Pollo Crujiente;
  • Croquetas de jamón;

Não posso somente jogar nomes em espanhol no artigo sem argumentar tudo sobre os pratos, quero deixar um pequeno resumo da minha experiência lembrando que não sou um especialista em culinária, vou dar meu palpite de curioso sobre o assunto.

Patê de Perdiz 2€:
Muito bom, mas parece patê de fígado, nada de outro mundo. Detalhe para as torradas que forram bem o estômago.

Steak Tartare 4€:
Essa foi quebra de paradigma, para comer carne crua. Não que eu nunca tivesse comido kibe cru ou cebiche, mas essa carne crua era moída grossa, quase como um pedaço de bife picadinho. Não foi nem de longe meu preferido.

Nido de Langostino 3€:
Esse sim teve meu apreço, delicioso, diferente, quero mais! Um belo de um camarão enrolado numa casquinha deliciosa, fininha, crocante. Recomendo altamente.

Tartar de Bonito con Algas 4€:
Essa é ótima pedida para os adeptos do sushi, um peixe cru (bonito) com algas e um molho shoyu para dar um toque de sabor. Bom? Sim, para quem gosta desse tipo de comida cai muito bem.

Pollo Crujiente 3€:
Esse é de aplaudir é pedir mais, delicioso, um frango frito no palito (sem osso), muito bom, meu preferido com certeza. Veio com um molho agridoce demais mesmo, adorei e comeria mais vezes se possível.

Croquetas de Jamón 2€:
Para finalizar a moça me trouxe essas croquetes que são bolinhas tipo almôndegas, porém, ao invés de carne de vaca tinha uma pasta de presunto. Realmente muito gostoso, eu também comeria mais vezes esse prato.

Onde? Taberna del Chato
Calle de la Cruz, 35. Madrid – España

Considerações Finais

De fato não estou afirmando que esse seja o melhor bar de tapas de Madri, eu não menti, mas aumentei, isso foi preciso.

Lembre-se, as pessoas não procuram “o bar de tapas de Madri que o André gostou”, elas querem conhecer “o melhor” e embora eu não possa dar essa resposta pois não provei todos, estou entregando o melhor que pude provar, com o aval de uma lista oficial criada por um grupo de experts espanhóis.

Sejamos francos, eu também gostaria de ter conhecido o melhor, talvez até seja este, mas o que você precisa nesse momento é saber que está indo num bom lugar.

Pode apostar, a Taberna del Chato vale cada centavo e você não pode perder em sua próxima passagem por Madri.

Conheci mais de um bar de tapas por dia nessa viagem, tomei várias e várias cervejas, este sacrifício dedico a vocês, fiéis leitores.

Boa viagem, na volta me comentem qual foi em sua opinião o melhor bar de tapas de Madri. Grande abraço.

Booking.com
Booking.com
Booking.com
Booking.com

8 Comentários

  1. Ola Andre,
    Adorei o post! Estarei em Madrid em Marco e gostaria muito de ter mais boas opcoes de bares de tapas como esse que voce postou. Quais outros voce visitou e gostou?
    Obrigada!

    • Olá Carol, eu moro em Madri atualmente e visitei muitos muitos muitos muitos hehehe.
      BBB -> 100 montaditos, Lizarrán

      Continuo a achar que o “Taberna del Chato” é o melhor, levei minha esposa que não havia ido comigo quando publiquei o artigo, e ela também está de acordo.

      Ainda, quero recomendar um para “conhecer por curiosidade”, onde a comida é realmente grátis: “El Tigre”. Ali, enquanto estiver tomando cerveja a comida é grátis, tudo fritura, mas vale a pena. Tem frango a passarinho, uns bolinhos de queijo e outras coisas engordantes. É uma experiência no mínimo curiosa, comer de graça mesmo, já que a bebida custa o mesmo que em outros lugares.

      Um abraço.

  2. André,

    Ótimo texto. Divertido e sincero. Também acho que isto de melhor é muito relativo. O melhor é o que a gente mais gostou e se ele ainda tem o aval de experto … melhor, né?!
    Ah, quando os espanhóis querem encher a cara, eles convidam para “ir de copas”! Isto significa que só vamos beber e conversar! 😉

    Beijo e boa viagem.

DEIXE UMA RESPOSTA