Segovia é uma cidade espanhola localizada muito próxima de Madri, capital do país. São aproximadamente 100 quilômetros de distância que podem ser percorridos em trem, com preços acessíveis (€13 ida e volta).

Apesar de Madri ser uma cidade bastante completa, que possui entretenimento para muito tempo, as vezes dar uma escapadinha em uma cidade próxima cai muito bem, não é mesmo? É assim que surge a dica para visitar Segovia, uma cidade totalmente distinta da capital espanhola, tanto na arquitetura quanto na história.

Mas afinal, qual é a grande graça de Segovia, qual o motivo de ser uma visita super recomendada para você que está com viagem marcada para Madri?

Segovia: história e culinária imperdíveis a um passo de Madri

Segovia é uma cidade muito antiga, ela começou a ser erguida na época do Império Romano, sendo um de seus principais atrativos o Aqueduto, construído no início do segundo século da era cristã.

Mas não somente de aqueduto vive a cidade, que é muito conhecida também por seu prato típico, o cochinillo de Segovia, este é um delicioso prato de leitão assado, tradicionalmente preparado em forno a lenha.

A Catedral de Santa María, localizada na praça central da cidade foi a última catedral de estilo gótico construída na Espanha, o que também confere à ela um excelente status e a torna digna de conhecer.

Ainda, podemos destacar o Alcázar de Segovia, um dos monumentos mais imponentes da cidade, construído originalmente como sendo uma fortaleza, mas que serviu como palácio real, presídio, centro de artilharia do exército, etc.

Vamos então falar sobre cada um destes atrativos, para você poder compreender antes de sair de Madri o que poderá encontrar por lá.

Este é um passeio de um dia cheio, você deve sair de Madri por volta das 10 da manhã e retornar de noite, em meu passeio optei pelo retorno às 21h, para poder tomar um café da tarde (que contou como jantar) antes de voltar.

Aqueduto de Segovia

aqueduto-segovia

Este é sem dúvidas o ponto turístico mais procurado da cidade, trata-se de uma construção da época do Império Romano, erguida lá pelo século II depois de Cristo, que pela perfeição em que foi construído continua firme e forte.

A base de todo o aqueduto se manteve intacta durante todos estes anos, tendo sofrido muito pouco com o deterioro causado pelo passar dos séculos, somente para limpeza tratando de resgatar sempre seu aspecto inicial.

A parte mais alta do Aqueduto mede 29 metros de altura, o mais impressionante desta “obra de arte” do Império Romano é que ela não possui nenhum tipo de cimento ou argamassa, todas as peças foram milimetricamente encaixadas para perdurar por milhares de anos.

O que é o Aqueduto?

Esta construção foi levantada para levar as águas do manancial Fuenfría, situado a 17 quilômetros da cidade de Segovia, a pendente da obra é outra das coisas que impressiona, os romanos conseguiram mantê-la em 1%, perfeita para a descida da água até o destino final.

andre-karen-aqueduto

Vale destacar que esta obra foi possível graças à combinação de pedras e arcos, formando uma belíssima estrutura que até os dias mais atuais se mantém de pé. São ao todo 166 arcos que conformam o Aqueduto de Segovia.

O Aqueduto sofreu somente uma grande restauração, para corrigir 36 arcos que foram derrubados pelos muçulmanos em 1072. Logo, os carros deixaram de transitar por baixo dele no ano de 1992, para assim, conservar ainda melhor essa obra de arte da humanidade.

Falando em obra de arte, o centro antigo e o aqueduto de Segovia foram declarados Patrimônio Histórico da Humanidade em 1985, pela Unesco.

Catedral de Santa María y Plaza Mayor

catedral-segovia2
Esta igreja católica localizada na Plaza Mayor de Segovia, é conhecida como sendo a “Dama de las Catedrales”, devido à sua imensa dimensão e claro, sua elegância em estilo gótico com uma pitada de renascentista.

Foi construída entre os séculos XVI e XVIII, ou seja, uma das últimas igrejas góticas da Espanha e Europa, quando nesta época (1500 DC) já se erguiam as primeiras igrejas com estilo renascentista.

Dentro da Catedral, você encontrará uma série de capelas denominadas:

  • Capilla Mayor;
  • Capilla del Santísimo Sacramento;
  • Capilla de la Piedad;
  • Capilla de San Andrés;
  • Capilla de San Cosme y San Damián;
  • Capilla de San Gregorio;
  • Capilla de la Concepción;
  • Capilla de San Blas;
  • Capilla de Cristo Yacente;
  • Capilla de Santa Bárbara;
  • Capilla del Cristo del Consuelo;
  • Capilla de Santiago;
  • Capilla de San Antón;
  • Capilla de Sagrario;
  • Capilla del Cristo de la Agonía;
  • Capilla de los Ayala;
  • Capilla de San Pedro;
  • Capilla de San Ildefonso;
  • Capilla de San Geroteo;
  • Capilla de San Frutos;
  • Capilla de San Antonio de Padua;
  • Capilla de Nuestra Señora del Rosario
  • Capilla de San José;

São portanto 23 capelas que compõe todo o entorno desta catedral gótica, construída entre os anos 1525-1577. Evidentemente a igreja passou por várias reformas, sendo uma das mais chamativas a que ocorreu entre os anos 1759 e 1788, quando o Rei Carlos III ordenou a construção do altar atual, com design do arquiteto italiano Francisco Sabatini.

Além da arquitetura, não podemos ignorar o charme dos vitrais, que fazem parte do patrimônio histórico da indústria de vidro espanhola. São ao todo 65 peças, instalados em três épocas diferentes.

catedral-segovia

A primeira ocorreu no século XVI, criada pelos artesãos “Pierres” (Pierres de Holanda y Pierres de Chivarri) juntamente de Nicolás de Vergara, Nicolás de Holanda e Gualter de Ronch, estes vitrais sim, já são obra da corrente renascentista.

A segunda fase do projeto dos vitrais foi executada no século XVII, por Francisco Herranz. Esta fase está composta de 33 peças e foi a que mais tempo demorou em ser concluída.

A terceira fase veio somente em 1916, quando foram incluídos 7 novos vitrais, construídos pela Casa Maumejean de Madri.

Alcazár de Segovia

alcazar-segovia
Este palácio é um dos monumentos mais importantes de Segovia, construído sobre base de pedras, no alto de uma montanha com privilegiada vista do entorno, entre a confluência dos rios Eresma e Clamores, a partir do ano 1122, sobre uma antiga fortificação islâmica.

O Alcazár foi construído primeiramente como sendo uma fortaleza, possui arquitetura muito distinta do convencional já que remonta a proa de um navio. Foi destinado posteriormente a muitos outros usos, como sendo Palácio Real, presídio, centro de artilharia do exército, academia militar, entre outros.

Atualmente pode ser visitado, pois hospeda um museu com ampla variedade de arquivos militares, aberto ao público em geral até as 18h (horário de inverno).

Uma curiosidade, que eleva o grau de interesse para as visitas internas (pois ainda se mantém algum mobiliário), serviu de residência oficial da Monarquia de Castilla, em especial do Rei Alfonso X, tendo obtido o reconhecimento como sendo um dos castelos mais charmosos do século XV. A escolha do local se deveu pela proximidade dos pontos de caça e segurança da fortaleza, que permitiu proteger durante séculos a monarquia.

alcazar-segovia2

O que é mais relevante no Alcazár?

Torre de Juan II: se trata de uma grande torre panorâmica, desde ali pode ser observada uma privilegiada vista da cidade. Para subir é preciso caminhar 156 degraus de escada, a maior parte está distribuída em formato caracol, bastante estreita e inclinada.

Sala del Palacio Viejo: esta construção foi erguida na época do reinado de Alfonso VIII. Nos dias atuais ainda se mantém as grandes janelas que permitiam a entrada de luz ao palácio, os frisos de estilo mudéjar extraídos de uma residência do século XIII e decoração terminada com armaduras alemãs do século XV.

Sala de la Chimenea: a sala da chaminé foi construída nos tempos de Felipe II, com mobiliário do século XVI, ainda bem conservados, ao lado de retratos do Rei Filipe II e Filipe III. Dentro da sala pode ser apreciado um belo tapete flamenco do século XVI, entre outros detalhes de decoração clássicos da época.

Sala del Trono: esta conserva intacta a decoração original.

Sala de la Galera: construída pela Rainha Catalina de Lancáster em 1412, destaca o teto dourado, elaborado em gesso com inscrições, armaduras e grandes janelas com vitrais.

Salas de las Piñas: a origem do nome se deve à decoração que recorda a contextura de um abacaxi.

Cámara Regia: onde é possível observar cenas da vida em família dos Reis Católicos, como por exemplo, em uma cama há uma coberta com fios de ouro.

Salas de los Reyes: possui como destaque as estátuas correspondentes aos Reis de Asturias, León y Castilla, obra de Hermando de Ávila, encarregada pelo Rei Felipe II.

Capilla: capela na qual o Rei e a Rainha frequentavam a missa.

Sala de Armas: onde ficam guardadas as armas da Real Armería de Madrid.

Estes são os quartos mais visitados desta imensa construção, evidentemente ao visitar você poderá encontrar ainda mais detalhes das peças ali expostas, como também obter materiais específicos e recomendados para a visita.

Cochinillo de Segovia

karen-cochinillo
Chegamos na parte mais gostosa, a gastronomia de Segovia. O prato mais típico da cidade chama-se Cochinillo, uma espécie de leitão assado com uma receita pra lá de original, que junta multidões.

Existem vários restaurantes tradicionais que servem o Cochinillo, os preços evidentemente variam de local para local, podendo custar a partir de €20 por pessoa, sem bebidas.

Nós fomos sem escolher previamente um restaurante específico, por essa razão pedimos informação para um grupo de locais que nos recomendaram: o mais famoso e “o melhor”.

Sem vontade de cair nas garras das armadilhas para turistas, fomos diretamente para “o melhor”, deixamos o mais famoso para os desavisados, nossa decisão não nos fez arrepender. Ficamos impressionados pela quantidade de pessoas disputando um lugar, mas o salão era amplo e nosso grupo de 8 pessoas foi rapidamente acomodado.

O nome do restaurante é La Cordoniz (codorna em português), está localizado na Calle Hermanos Barral, 3 de Segovia, a menos de 1 quilômetro da Plaza Mayor, ponto mais central da cidade.

Abaixo você encontrará uma foto do prato que nos serviram, nós escolhemos o “Menu Turistico”, nos serviram:

  • Uma sopa tradicional (Sopa Castellana) ou salada mixta (pratos de entrada);
  • Leitão (Cochinillo);
  • Vinho ou água;
  • Sobremesa (flan, arroz com leite, etc.);

cochinillo-prato-servido

O custo foi com bebidas (coca-cola) €27,50 por pessoa, com a gorjeta incluída. Muito bom não é mesmo?!

A experiência gastronômica foi bastante positiva, por essa razão, recomendo visitar este local considerando que o preço é bastante mais acessível que a opção mais conhecida (Mesón de Cándido).

Segovia, ótima opção para “escapar da cidade”

Acredito que após ler este artigo você já tenha percebido como Segovia é uma excelente opção para turistas que possuem um dia livre em Madri e gostariam de conhecer algo ao redor, com uma característica bastante diferente da capital espanhola.

Este destino pode ser conhecido em um passeio durante o dia, com saída de manhã e volta de noite, podendo se deslocar até a cidade via trem, muito econômico diga-se de passagem.

karen-andre-vista-segovia

Tudo pode ser feito caminhando, o centro histórico desta pequena cidade é bastante acessível a pé, você não vai se arrepender de passar um dia em Segovia, pois encontrará doces surpresas pelo caminho, conhecerá um belíssimo palácio, uma catedral enorme construída no século 16, um monumento histórico da era Romana, como é o aqueduto e ainda, poderá provar pratos típicos deliciosos.

Por mais que o passeio seja somente de um dia, você poderá conhecer bastante desta cidade com somente caminhar por suas ruas, observar a arquitetura e se encantará com as paisagens montanhosas.

Evidentemente Segovia não possui somente estas quatro atrações, lhes convido a conhecer a cidade e descubrir seus próprios segredos, logo, passar por aqui e comentar o que mais gostou e qual foi a surpresa mais agradável do passeio!

Essa é Segovia, uma cidade que não pode faltar em seu roteiro de viagem para a Espanha.

Ainda não comprou passagens para a Espanha? Recomendo pesquisar neste site pois eles oferecem preços muito competitivos com um atendimento em português que merece sua atenção.
Booking.com
Booking.com
Booking.com
Booking.com

3 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA