Florença, capital da Toscana, é uma cidade pitoresca e apaixonante, eleita como patrimônio mundial pela UNESCO, também é um dos destinos mais famosos da Itália, atrás de Roma e Veneza. Por estas terras circularam grandes artistas como Leonardo da Vinci, Giotto, Michelangelo, entre outros. Neste artigo você vai descobrir o que conhecer em Florença, para aproveitar cada instante nesta belíssima cidade italiana.

Florença é muito linda e uma visita à cidade lhe permitirá perder-se entre quadros, esculturas, arte e história em cada canto. A cidade conta com inúmeros atrativos e possui uma história interessantíssima, para quem não sabe esta terra foi habitada por importantes arquitetos, pintores e escultores, que colaboraram para enriquecer a cultura local, tornando-a o berço do Renascimento.

O que conhecer em Florença – Principais atrações e monumentos

Florença é uma cidade bastante grande e repleta de atrações, monumentos e pontos de interesse, neste artigo proponho conhecermos alguns, que vi em minha rápida passagem pela cidade:

  • Santa Maria del Fiore (Catedral)
  • Piazza della Signoria
  • Museo Nazionale del Bargello
  • Palazzo Vecchio
  • Galleria degli Uffizi
  • Palazzo Pitti
  • Ponte Vecchio (século XIV)
  • Santa Maria Novella (igreja gótica)
  • Piazzale Michelangelo (vista panorâmica)

Abaixo, falarei um pouco sobre cada um destes lugares e mostrarei algumas fotos que poderão ilustrar o que você verá ao vivo.

Piazza del Duomo

A praça da Catedral Santa Maria del Fiore é um dos pontos turísticos mais visitados de Florença, sua cúpula é um símbolo da cidade, um lugar imperdível que você tem que conhecer em Florença.

Neste local você poderá se maravilhar com a beleza da Basílica, uma das obras da arte gótica e do renascimento italiano, essa construção é considerada de fundamental importância para a história da arquitetura, e caracteriza a riqueza e poder da Toscana nos séculos XIII e XIV.

O que conhecer em Florença - Duomo di Firenze

A construção do Duomo se estendeu por seis séculos, o projeto inicial data do século XIII, das mãos de Arnolfo di Cambio, já a cúpula é uma obra de Filippo Brunelleschi, mas a fachada somente foi concluída no século XIX, em 1867, obra de Emilio de Fabris que desenvolveu um enorme e magistral trabalho de mosaico em mármores coloridos em estilo neogótico.

O que conhecer em Florença- Interior da Catedral de Florença

No interior você encontrará esculturas e afrescos de artistas como Andrea del Castagno, Federico Zuccari, Giorgio Vasari e Paolo Uccello.

Outros pontos interessantes para ver e visitar são o campanário de Giotto, que é a torre dos sinos da catedral, construído em 1334 por Giotto di Bondone. Essa torre mede aproximadamente 85 metros de altura e possui 7 sinos que foram sendo adicionados com o passar dos anos. Você pode, mediante a pagamento, visitar a torre.

Além da torre dos sinos você pode ver ainda o Batistério de São João, uma construção muito famosa que acredita ser inclusive o prédio mais antigo da cidade. O Batistério é famoso por suas belas portas de bronze, e também pela história que circunda sua criação, reza a lenda de que na verdade ele foi um templo romano dedicado a Marte, mas recentemente no século XX escavações provaram que o Batistério era uma torre de guarda, parte de uma muralha que protegia a cidade.

O que conhecer em Florença - Batistério de São João em Florença na Itália
Batistério de São João em Florença na Itália.

Também na mesma praça você pode visitar o Museo dell’Opera di Santa Maria del Fiore, que é um museu dedicado a armazenar e cuidar do patrimônio e objetos procedentes do complexo arquitetônico: Catedral, Campanário e Batistério.

Piazza della Signoria

Esta é a principal praça da cidade, localizada na parte central da Florença Medieval, onde se encontra o Palazzo Vecchio e também o coração da vida social da cidade. Essa praça possui uma forma um pouco especial, semelhante a uma letra “L”, está ao sul do Duomo e bastante próximo do “Ponte Vecchio”.

O que conhecer em Florença - Palazzo Vecchio, um dos pontos turísticos mais importantes de Florença na Itália.
Palazzo Vecchio, um dos pontos turísticos mais importantes de Florença na Itália.

Como atrações, monumentos e edifícios temos o Palazzo Vecchio, datado do século XIV, que foi construído entre 1299 e 1314, para hospedar e proteger aos magistrados, como também para celebrar sua importância. O arquiteto do Palazzo foi Arnolfo di Cambio, o mesmo do Duomo e da Basílica da Santa Cruz.

O Palazzo Vecchio possui centenas de estátuas e obras de arte, inclusive do lado externo, digno de apreciar. Sobre a porta principal está o frontispício decorativo em mármore, criado em 1528, com dois leões em bronze e um monograma de Cristo e uma escrita em latim “Rex Regum et Dominus Dominantium” (Rei dos Reis e Senhor dos Senhores).

O que conhecer em Florença - Estátuas na Piazza della Signoria em Florença na Itália.
Estátuas na Piazza della Signoria em Florença na Itália.
No Palazzo está a Torre di Arnolfo, uma construção de 95 metros de altura, que oferece uma maravilhosa vista panorâmica e pode ser visitado pelo público, os bilhetes custam entre €6,50 e €10 (se combinado com o Museu do Palazzo Vecchio).

A Torre di Arnolfo é outro dos lugares imperdível que você tem que conhecer em Florença, programe-se e se possível faça a visita ao topo da torre, o panorama é incrível.

A praça ainda possui várias lojas para comprar souvenirs e tantos outros serviços, como bares, cafés, etc. Imperdível, um dos pontos turísticos mais importantes da cidade.

Passeio de charrete em Florença
Antes de subir ao passeio pergunte o percurso e o preço…

Como atração há também um passeio de charrete com cavalos, a recomendação é claro, perguntar o itinerário e preço antes mesmo de embarcar.

Museo Nazionale del Bargello

Um dos museus mais importantes da Itália, possui uma das histórias mais interessantes entre todos, já foi sede do governo, prisão, sede do Conselho de Justiça e somente em 1859 se tornou realmente um museu, destinado a documentar a história e arte da Toscana.

Museo Nazionale Bargello
Foto: Divulgação.

Se você gosta de história e arte a visita neste museu é imperdível pois possui obras de importantes artistas como: Michelangelo, Cellini, Bandinelli, Giotto e Mainardi. O Museo Nazionale del Bargello é o principal que você tem que conhecer em Florença.

São várias as salas, cada uma com um tema diferente, entre elas se destacam:

  • Sala de Michelangelo e da Escultura do “Cinquecento”;
  • Sala dos Marfins (265 peças);
  • Capela de Maria Madalena e Sacristia (onde os condenados à morte esperavam a execução);
  • Salão de Donatello e da Escultura do “Quattrocento”;
  • Sala da Escultura do “Trecento”;
  • Sala da Armas (mais de 2 mil peças);

Enfim, uma visita pelo Museo Nazionale del Bargello é uma excelente escolha para quem adora arte.
Mais informação, preços e horário de funcionamento podem ser encontrados no site oficial:

Galleria degli Uffizi

Outro dos museus de grande importância da Itália, este por sua vez conserva obras de ninguém menos que Leonardo da Vinci, Sanzio, Tiziano, Durer, Botticelli, Rubens e também Michelangelo.

Galleria degli Uffizi

O acervo, um dos mais importantes de todo o mundo, aloja em seu interior importantes afrescos, como:

  • Maestà (Cimabue);
  • Maestà (Duccio);
  • Madonna di Ognissanti (Giotto);
  • O Batismo de Cristo (Leonardo da Vinci);
  • A Anunciação (Leonardo da Vinci);
  • A Adoração dos Magos (Leonardo da Vinci);
  • Tondo Doni (Michelangelo);

E tantas outras obras imperdíveis de artistas que deixaram seu nome escrito na história da arte, a Galleria degli Uffizi é sem dúvidas um ponto a ser ter em consideração em sua visita a Florença.

Palazzo Pitti

Este é um grande palácio renascentista, situado às margens do rio Arno, bastante próximo também da Ponte Vecchio e foi originalmente construído em 1458. Como quase todas as construções centenares da Itália ele foi sofrendo com reformas e ampliações com o passar dos anos.

Já alojou em seu interior importantes famílias como os Médici, também Napoleão Bonaparte e por último serviu também de residência da família real, sendo habitada por Vittorio Emanuele II e sua família até 1871.

Palazzo Pitti em Florença na Itália.
Palazzo Pitti em Florença na Itália. Foto: Ingooor – Creative Commons.

Hoje é um importante museu que em seu interior guarda muitas salas e inclusive permite a visitação aos apartamentos reais (14 salas), ao visitar o Palazzo Pitti você encontrará muita história e arte, em habitações como:

  • Galeria de Arte Moderna (1700-1900);
  • Galeria Palatina (500 obras do renascimento);
  • Museu da Prata (1600);
  • Museu da Porcelana (porcelana fina);
  • Galeria do Traje (figurinos teatrais do Século XVI);
  • Museu das Carruagens (XVIII e XIX);

Nos dias atuais o Palazzo Pitti pertence ao estado italiano, tendo sido doado por Vittorio Emanuele III (neto de Vittorio Emanuele II) em 1919.

Ponte Vecchio

Essa ponte possui uma história fantástica, acredita-se que ela tenha sido construída ainda na Roma Antiga, mas que naquele então era feita de madeira. Em 1333 foi destruída por uma enchente, mas no ano 1345 foi reerguida, com um projeto desenvolvido por Taddeo Gaddi.

São três arcos que sustentam a ponte, sendo que o maior mede 30 metros de diâmetro, sobre ela estão situadas lojas, joalherias, e mercados deste os tempos mais remotos, tradição que existe ainda hoje.

No Ponte Vecchio (como também em muitos outros lugares do mundo inteiro) existiu a tradição do cadeado. Reza a lenda que ao fazer isso você e seu amante terão amor eternos. O local onde são colocados os cadeados no Ponte Vecchio é ao redor da estátua de Benvenuto Cellini.

Ponte Vecchio, um dos lugares imperdíveis de Florença na Itália.
Ponte Vecchio, um dos lugares imperdíveis de Florença na Itália.

Infelizmente, pela quantidade imensa de turistas e cadeados a prefeitura era obrigada a retirá-los com frequência, hoje em dia a multa para quem for apanhado em flagrante colocando um cadeado por lá é de €50!

Santa Maria Novella

Para quem gosta de visitar igrejas antigas, o que é muito interessante pois remontam aos tempos mais remotos, a Santa Maria Novella é uma das mais interessantes da cidade de Florença. Ela começou a ser construída em 1049 (!) e passou por várias reformas e ampliações ao longo do tempo. Apesar de ter sido iniciada quatro séculos antes, ela somente foi consagrada pelo papa (Eugênio IV) em 1420.

A fachada atual foi concluída em 1470, um projeto de Leon Battista Alberti, que escolheu um estilo muito particular e belo, típico da cidade naquela época.

O interior da igreja é conformado por três naves, sendo que a principal mede 100 metros de comprimento, formando junto das outras duas uma cruz latina. Os artistas que colaboraram com a construção desta bela igreja foram Brunelleschi, Ghirlandaio e Masaccio.

Basílica Santa Maria Novella, Florença, Itália.
Basílica Santa Maria Novella, Florença, Itália.

A Basílica Santa Maria Novella de Florença faz parte do Centro Histórico da cidade, que está considerado um Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Piazzale Michelangelo

Esta é uma pracinha muito bacana, você terá que chegar até lá com algum meio de transporte pois se localiza no alto da cidade. Foi construída como um mirante no ano de 1865, desde lá é possível apreciar uma magnífica vista de toda a cidade.

A praça está dedicada a Michelangelo, e como homeagem a este grande artista do renascimento italiano estão expostas cópias de algumas suas obras. Estas cópias foram realizadas em bronze, já as originais são na verdade de mármore branco.

Vista do Florença desde o Piazzale Michelangelo.
Vista do Florença desde o Piazzale Michelangelo.

A vista abarca o coração de Florença, partindo do Forte Belvedere, passando pela Santa Croce, as pontes (incluindo o Ponte Vecchio), o Duomo, Palazzo Vecchio, Bargello, enfim, você terá uma vista privilegiada de quase toda a cidade, um excelente lugar para tirar fotos e levar belas recordações do passeio.

Quer passar férias inesquecíveis na Itália, conhecer Florença, Milão, Veneza, Roma, Vaticano, e tantos outros destinos incríveis daquele país? Viaje bem e barato com uma empresa aérea nacional de grande qualidade! OFERTA: Passagem barata para a Itália (aqui).

Considerações Finais / Opinião

Acredito que não exista forma de não se apaixonar por uma cidade tão pitoresca, eleita como patrimônio mundial pela UNESCO, com uma história tão intrigante e bela.

Por estas terras circularam nomes de peso, como Leonardo da Vinci, Giotto, Michelangelo, entre outros, isto faz de Florença uma das cidades mais belas do mundo, onde será possível perder-se entre quadros, esculturas, arte e história em cada canto.

Não deixe de visitar Florença em sua próxima visita à Itália e deixe-se perder no tempo do renascimento com tudo o que esta cidade tem para lhe oferecer.

Conte-nos sobre sua experiência:

  • Já conhece a Itália?
  • Visitou Florença alguma vez? O que mais gostou por lá?
Booking.com
Booking.com
Booking.com
Booking.com

15 Comentários

  1. André, eu estarei indo para Florença agora no final de Janeiro… E sobre o Palazzo Vecchio existe algum site official para comprar o ingresso ou somente aqueles sites com guias? Já procurei bastante e não encontro. Obrigada e Aguardo resposta.

  2. Visitei junto com minha família as cidades de Roma, Florença e Veneza, lindíssimas todas elas, mas a que mais me marcou foi Florença. É incrivelmente linda! A história dela está em toda parte, nos museus, igrejas, praças, pontes, em tudo! Vale a pena conhecer.

  3. Ótimas dicas, André!! Parabéns!!
    Eu e meu esposo estamos montando um roteiro pela Italia! Só conhecemos Roma e agora queremos de Roma ir até Florença, passando um dia em Pisa e depois seguir de Florença para Veneza, Verona e terminar em Milão!
    O que é melhor: fazer esse roteiro de carro ou de trem?
    Você sabe se tem alguma dificuldade em dirigir pelas rodovias da Italia ou algum problema em achar estacionamento?
    Muito obrigada pela ajuda!!
    Tania

    • Olá Tania, como vai? Eu faria de carro viu, vão aproveitar mais.
      Mas dentro das cidades, prefira usar o trem, deixe o carro no hotel.
      Dirigir na Itália é muito gostoso, viajei 3 meses seguidos de carro por lá. A dificuldade do estacionamento é “DENTRO DAS CIDADES”, mais uma vez: deixe o carro no hotel e use o transporte público.
      Abraço.

DEIXE UMA RESPOSTA