Chamonix, França
Chamonix, França

Todos querem encontrar o destino perfeito para sua lua de mel! Um lugar romântico, inesquecível, com bons restaurantes e que traga o merecido descanso após o estresse de organizar um casamento.

Eu e meu marido encontramos este nosso destino perfeito por acaso, assistindo a um programa do Canal Off.

O programa mostrava uma pequena cidade no leste da França, aos pés dos Alpes Franceses e na fronteira com outros dois países: Itália e Suíça.

Quando vimos a apresentadora subindo os Alpes e lá de cima podendo avistar 3 países ao mesmo tempo, nós, os apaixonados por montanhas, já sabíamos que esta cidade seria um de nossos próximos destinos de viagem!

Esta pequena cidade francesa que nos conquistou se chama Chamonix-Mont-Blanc. Ou, apenas Chamonix.

chamonix
Ao fundo, Mont Blanc (Alpes Franceses)

Chamonix tem apenas 9 mil habitantes mas é o um dos destinos mais procurados da Europa. Famosa principalmente por suas estações de ski e pelo mirante que chega mais próximo ao famoso Mont Blanc, Chamonix ainda carrega um ár romântico por todo seu vale; tornando-a perfeita para um destino de lua de mel ou viagem romântica.

Chamonix tem tudo que este tipo de viagem exige: paisagem de filme, restaurantes românticos, bons vinhos, hotéis charmosos, spas e pequenas ruas para passeios à dois.

Se você está a procura de um destino romântico, tenho certeza que Chamonix lhe receberá muito bem!

Para que sua viagem seja, além de romântica, tranquila de planejar, vou te contar neste post tudo que você precisa saber para conhecer Chamonix:

01 Como chegar em Chamonix;
02 Onde se hospedar;
03 Passeios à dois;
04 Gastronomia;
05 Roteiro para 3 dias românticos em Chamonix!

Antes de começar, algumas informações básicas sobre Chamonix:

– Em Chamonix (lê-se “Chamoní”) fala-se francês, mas em todos os lugares nos viramos bem apenas com o inglês;

– A moeda é o Euro;

– A voltagem da cidade é 220, então certifique-se de levar um adaptador caso necessite;

– Como Chamonix fica na França, parte da União Europeia, você não precisa de visto para conhecer a cidade. Apenas de seu passaporte brasileiro.


Como chegar em Chamonix?

chamonix
Estação de ônibus de Chamonix – ao fundo, os Alpes Franceses

Chamonix não tem aeroporto próprio. O mais próximo fica em Genebra, na Suíça e é este o ponto de parada que sugiro que você faça.

O aeroporto de Genebra fica há apenas uma hora de viagem de Chamonix e de lá você pode pegar uma van que te leva até seu destino romântico (não sugiro ir de carro pois é bem difícil encontrar estacionamentos em Chamonix – inclusive em hotéis).

Quando viajamos a Chamonix tivemos um pouco de dificuldade para encontrar este serviço de transporte, pois estávamos viajando fora da alta temporada.

Com uma breve procura online você verá que nos meses de pico (inverno e verão europeus), há diversas empresas que fazem o trajeto entre o aeroporto de Genebra e Chamonix. Mas, fora de temporada a história é outra.

Por sorte acabamos encontrando uma empresa chamada EasyBus (clique aqui para acessar o site), que fazia o trajeto por um precinho legal e reservamos nossa vaga com eles. O serviço deles foi excelente: rápido, sem complicações, veículo limpo e seguro. Super indico!

Pegando o ônibus no Aeroporto de Genebra

Para garantir sua vaga no horário que deseja, você deve fazer sua reserva online antecipadamente, diretamente no site da EasyBus. Guarde o comprovante pois será solicitado no momento do embarque (não precisa ser impresso. Tínhamos salvo apenas no tablet e os dois motoristas – ida e volta de Chamonix – aceitaram).

Ao sair na área de desembarque do aeroporto de Genebra não há placas indicando onde você deverá encontrar o motorista da EasyBus, mas é bem tranquilo de achar. Basta você sair do aeroporto, em direção aos táxis e continuar reto. Logo a sua frente você verá os serviços de ônibus. Se a van da empresa ainda não estiver lá, aguarde. Ela chegará um pouco antes do horário agendado.

O caminho entre Suíça e Chamonix é maravilhoso! Paisagens deslumbrantes e estradas impecáveis. Aproveite este tempo para relaxar e curtir.

Chegando em Chamonix seu transporte o deixará na estação de ônibus de Chamonix. No nosso caso, nosso hotel ficava há apenas uma quadra de distância, então fomos caminhando. Mas, se seu hotel fica um pouco mais longe, você pode pegar um táxi ou transporte público. Antes de viajar, veja no Google Maps as distâncias para estar preparado.


Onde se hospedar em Chamonix?

Ah, o que não falta em Chamonix são lugares românticos para se hospedar! Antes de viajar li que toda casa e hotel em Chamonix tinha vista para as montanhas. Achei que era um exagero. Até chegar lá e ver que realmente a frase era verdadeira rs. Todo canto que você olha, há uma exuberante montanha olhando pra você.

Ou seja, não importa onde você for se hospedar, tenho certeza de que terá no mínimo uma vista romântica!

Com uma breve procura no Google você encontra opções de hotel. E, se preferir, há também charmosos apartamentos e casas para se alugar através do Airbnb.

Quando fui a Chamonix, nos hospedamos num incrível hotel spa que encontramos no Booking.com. Além de ser um hotel spa aos pés de uma das principais montanhas de Chamonix – o Aiguille du Midi – ainda reservamos nosso quarto numa super promoção. Não tinha como ter sido melhor!

chamonix
Foto: Hôtel l’Héliopic

Se você está procurando um hotel romântico, o Hôtel l’Héliopic é sem dúvidas o lugar! Não, não é propaganda. Só o indico porque realmente gostei do lugar. Quarto aconchegante com banheira, vista para a montanha, spa, piscina aquecida, sauna, jacuzzi… Realmente o hotel não deixou nada a desejar no clima romântico, por isso o indico à você 🙂


Passeios à dois

Por ser uma pequena cidade no vale, com extensão de apenas 17km, Chamonix é perfeita para caminhadas ao ar livre. Carros são completamente indispensáveis na cidade. O que é ótimo! Sou daquelas que adora caminhar e descobrir pequenos lugares pelo caminho, que passariam despercebidos num trajeto de carro.

Uma simples caminhada pelo centro de Chamonix com uma parada para um café nas ruas históricas já se torna um passeio romântico! Mas, há dois lugares em Chamonix que você e seu amor não podem deixar de conhecer juntos: o Aiguille du Midi e o Mer de Glace.

chamonix
Centro de Chamonix

O Aiguille du Midi é uma das montanhas do Maciço do Mont Blanc e seu topo chega a 3.842 metros de altura!! Para chegar lá, você pega dois teleféricos: um que vai do centro da cidade até o Plan de l’Aiguille, a 2.317 metros de altura, e outro que vai dali até o Aiguille du Midi em si. Cada trajeto dura em torno de 10 minutos e, chegando ao topo da montanha, você poderá sentir um pouco de tontura ou mal estar devido à altitude. Mas, logo seu corpo se acostuma.

Se você tem medo de altura, tente se controlar e encarar o desafio. Pois, chegando lá, você terá uma das vistas mais incríveis do mundo!

No dia em que nós subimos o Aiguille du Midi, estava bem nublado, frio e com muito vento! Então não tivemos uma visão muito distante dos Alpes. Mas, mesmo assim valeu cada segundo da visita. Aquela paisagem de paraíso de neve e montanhas é incomparável! Se puder, tente programar seu passeio para um dia com previsão de tempo limpo.

Ali no Aiguille du Midi você pode fazer vários mini passeios. Logo na chegada, você passará por um tunel na montanha e, em seguida, você verá um dos pontos de observações mais loucos que já estive! Uma caixa de vidro instalada na montanha, onde você entra e tem a sensação de estar flutuando nos Alpes. Só estando lá para sentir a emoção.

Chamonix
Passeio ao Aiguille du Midi

Logo em seguida, você verá umas pequenas trilhas que te levam para pontos de observações em diferentes ângulos da montanha e também um pequeno tunel de gelo.

Cuidado com o tempo que você passa na rua. Como é muito frio lá em cima, em questão de minutos você pode sentir suas mãos e pés congelarem. Fique atento e, caso sinta que está muito frio, entre no espaço fechado.

Você pode passar horas e horas por ali. Há um restaurante com vista espetacular, café, loja de souvenirs, trilhas na neve… Tudo para ativar o clima romântico!

Outro atração imperdível aos apaixonados é o passeio de trem até o Mer de Glace, através do caminho de ferro de Montenvers.

O caminho de 5,1 km liga a estação de Chamonix com Montenvers, no maciço do Mont Blanc e é de tirar o fôlego!

Para pegar o trem, é só ir à estação de trem de Chamonix e comprar seu ingresso pessoalmente. Na alta temporada, o trem sai a cada 30 minutos. Já fora da temporada, a cada 1 hora.

Conforme o trem vai subindo a montanha, a paisagem começa a se transformar. Você passa por florestas, túneis… E do nada começa a se deparar com neve e ao fundo a pequena cidade de Chamonix, que parece ainda menor vista de cima.

chamonix
Passeio de trem ao Mer de Glace

Chegando na parada final do trem, você encontra o maior glaciar da França: o Mer de Glace – com 7km de comprimento e 200 metros de profundidade.

Ali da parada final, você ainda pode pegar um pequeno teleférico que te levará até a geleira. E de lá, você ainda tem 430 degraus para descer e chegar ainda mais perto desta obra da natureza!

No final da escada, você encontra um túnel de gelo (feito pelo homem) bem no meio da geleira. Ali dentro há algumas estátuas de gelo, materiais de alpinistas e até música!

Descer e subir 430 degraus, no meio de uma geleira é cansativo, não vou mentir. Mas, este tipo de contato com a natureza é imperdível.

Ao subir de volta, aproveite para ir ao café que fica na parada do trem. Ali você pode tomar um super café, comer um waffle e curtir a paisagem única. Ah, ali também há wi-fi de excelente qualidade caso precise usar 🙂


Gastronomia

Se tem algo que Chamonix não deixa a desejar é a Gastronomia! Por fazer fronteira com a Itália, Chamonix tem uma deliciosa mistura da culinária francesa com a italiana.

Por todos os cantos você encontra restaurantes de massas, fondues, crepes… E claro, todos eles acompanhados de incríveis vinhos!

Todos os pratos que pedimos em Chamonix eram enormes! Sério, não sei como aquele povo é tão magro comendo tanto carboidrato rs.

Não teve uma vez sequer que pedimos algo e conseguimos terminar de comer. Todas as porções são exageradamente grandes – e acompanhadas de salada.

chamonix
Cada prato deste era para apenas uma pessoa!

O que você não pode deixar de comer? Sem dúvidas, o famoso fondue de Chamonix! Perfeito para um jantar romântico nos Alpes Franceses. Se for acompanhado de um vinho local então, não tem como errar.

Outra deliciosa parte da gastronomia de Chamonix são os doces. Em especial, os macarons! Clássicos bolinhos franceses; de todas as cores e sabores possíveis. Eles são tão tradicionais em Chamonix que você os encontra em qualquer rua; até em nosso hotel ganhamos um pacotinho de macarons de boas vindas.

Em Chamonix, é impossível não parar para um delicioso croissant ou macaron na hora do café da manhã ou da tarde. Se for num café com mesas ao ar livre, melhor ainda.


Roteiro para 3 dias românticos em Chamonix

Chamonix é linda, romântica e com vários passeios para casais apaixonados. Mas, não precisa passar uma semana por lá. Se puder, e quiser, obviamente será maravilhoso! Mas, se você não tem muitos dias, 3 dias são mais do que suficientes para curtir o clima romântico dos Alpes Franceses.

Agora que você já sabe o que há na cidade e como pode aproveitar o clima romântico francês, para você não perder tempo, separei uma sugestão de roteiro de 3 dias em Chamonix. Com este roteiro, você e seu amor poderão curtir cada pedacinho da cidade com a tranquilidade e atenção que merecem.

Veja só:

Dia 01 em Chamonix:
Centro Chamonix > Aiguille du Midi

Passeio no centro de Chamonix com direito ao clássico fondue
Passeio no centro de Chamonix com direito ao clássico fondue

Comece o dia andando pelo centro de Chamonix. Aproveite este momento para se localizar entre as ruas, avistar possíveis cafés e restaurantes que visitará mais tarde…

Tenha em mente que as lojas em Chamonix abrem depois das 09h (algumas depois das 10h) e a maioria pára para a siesta (geralmente entre meio dia e 15h). Então, aproveite o tempo da siesta para almoçar. Se for próximo a praça central, terá uma das vistas mais lindas da cidade enquanto come.

Logo após seu almoço, vá até a estação que te levará ao Aiguille du Midi. Provavelmente neste horário o tempo já estará mais limpo e você terá uma bela vista dos Alpes.

Assim que chegar na estação, ao olhar pra cima você já saberá se o tempo está limpo ou não. Ao falar com o atendente do guichê ele também te passará uma breve descrição do tempo. No nosso caso, nos informou que o tempo estava fechado, com muitas nuvens e sem previsão de abertura.

Se o tempo não estiver como você quer, e quiser arriscar e deixar este passeio para o dia seguinte, você tem esta opção 🙂

O ticket para subir ao Aiguille du Midi custa em torno de 56 euros por pessoa. Sim, é caro. Mas acredite, vale cada centavo!

Após seu passeio no Aiguille du Midi saia para comer um delicioso fondue no restaurante Omeletterie La Poële.

É um pequeno restaurante próximo à estação e serve o melhor fondue que já comi na minha vida!

O fondue de queijos (babando só em lembrar), acompanha batatas, pães e frios.

Dia 02 em Chamonix:
Mer de Glace

chamonix
Escadas do passeio que levam do teleférico do Mer de Glace até a geleira

O passeio de trem até a geleira de Mer de Glace merece um dia inteiro dedicado à ele, para pode ser visto com a calma e atenção que merece.

Após tomar um super café da manhã ao estilo francês, vá até a estação de Chamonix e compre sua entrada para o trem (custo em torno de 30 euros).

Se estiver viajando a Chamonix na alta temporada (inverno e verão europeus), veja se não há necessidade de comprar o ingresso antecipadamente.

Como já citei anteriormente, após chegar ao Mer de Glace, aproveite para curtir a paisagem e depois desça até a geleira (primeiro pegando o teleférico, depois descendo as escadas até o tunel de gelo).

Faça esse passeio com calma pois ele pode ser cansativo, principalmente no inverno quando você tem que se equilibrar para não escorregar na neve.

Leve junto uma garrafinha de água. Ela será bem vinda 🙂

Após voltar do tunel de gelo, vá até a cabana que você viu em sua chegada. Ali vocês poderão fazer um pequeno almoço, vislumbrando os Alpes Franceses.

Quando achar que já curtiram tudo no Mer de Glace, pegue o trem de volta à cidade.

A noite, sugiro que jantem num restaurante de massas. O Restaurant Le Boccalatte foi nosso favorito!


Dia 03 em Chamonix:

Dia de Spa

chamonix
Spa do Hôtel l’Héliopic

O terceiro dia em Chamonix é para focar em vocês! Que tal passar o dia num spa – com direito a massagem e banho de jacuzzi? Nada mal hein?

Minha dica é o hotel spa que nos hospedamos, o qual abre aos não-hospedes também. Lá, vocês poderão curtir sessões de massagem, relaxamento, sauna, além de um espaço com lareira, piscina e jacuzzi com vista para os Alpes – mais precisamente para o Mont Blanc. É um ótimo lugar para relaxar e se conectar.

A noite, se quiserem um jantar mais sofisticado, o restaurante desde mesmo hotel é sensacional também! As porções são menores e os preços maiores, se comparadas ao resto da cidade, mas a comida é de outro nível.


Estas são minhas dicas sobre Chamonix! Agora eu quero saber: Curtiu a sugestão de destino romântico? Tem alguma dúvida ou sugestão? Então deixe um comentário abaixo!

Booking.com
Booking.com
Booking.com
Booking.com

4 Comentários

    • Oi, Viviane! Tudo ótimo e com você? Obrigada! Fico feliz que tenha curtido 🙂 Nós fomos no final de Abril. Estava bem frio e com neve nas montanhas (chegou até a nevar na cidade um dia a noite), mas os locais nos disseram que o frio que fazia era bem anormal pra época do ano. Falaram que geralmente
      é um clima mais ameno.

    • Oi, Adriana! Tudo bem?

      Os custos ficaram em média o seguinte:

      – Hospedagem de 5 dias no Hotel Heliopic (hotel/spa 5 estrelas) custou em torno de R$2.100,00/casal (estava numa promoção do booking);
      – Passagem de avião até Genebra (aeroporto próximo à Chamonix): R$2.200,00/pessoa;
      – Transfer entre Genebra e Chamonix: R$60,00/pessoa

      Quanto a alimentação, café da manhã para 2 numa padaria local não custava mais do que uns 10 euros (comendo bem!). E almoço/janta regado a massas e vinho e com uma vista linda não chegou a passar dos 30 euros… ficando geralmente em torno de 25 euros pra duas pessoas. Obviamente, há lugares mais baratos e mais caros. Seu gasto vai depender do estilo que você está buscando.

      – Os passeios são mais carinhos, mas valem cada centavo! 60 euros/pessoa no Aiguille du Midi e 31,50 euros/pessoa no trem de Mer de Glace.

      Quanto a locomoção, você não gasta nada pois a cidade é bem pequena e dá pra fazer tudo a pé 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA