Paris é bela, charmosa e romântica. Muitos adjetivos podem definir esta cidade tão particular, mas nada se compara como sentir na pele a energia parisiense.

Me faltam palavras para descrever Paris, afinal, como expressar tudo aquilo que sentimos ao visitar um lugar tão marcante, que muda totalmente a forma que encaramos a vida. Há quem considere Paris a capital dos apaixonados, não discordo, porém acredito que o lado romântico de Paris é somente um dos atrativos que lhe levará à capital francesa.

Paris é conhecida como a Cidade Luz, cidade que foi a casa do Iluminismo e de tantas revoluções, recebeu as mentes mais iluminadas do planeta, artistas, pintores, arquitetos, músicos e pensadores. Finalmente Paris se tornou o centro das artes, do bom gosto e do refinamento, uma cidade muito influente para a Europa e para o resto do mundo.

É sobre essa Paris que vamos falar hoje, indicarei um roteiro de 3 dias para que você conheça o essencial desta cidade de cultura, romantismo e suas belezas arquitetônicas.

Conhecendo Paris em três dias


* Pequeno resumo de Paris em 1 minuto, para que você possa conhecer um pouco do que vamos ver neste artigo

Quero deixar claro que conhecer Paris em três dias é uma opção do turista, há tanto para se fazer na cidade que até 10 dias podem ser curtos. Mas, se você deseja conhecer o essencial, em dois ou três dias sua viagem poderá ficar completa.

Vamos fazer um passeio pelos destinos mais importantes, passar pelos mais famosos e marcantes monumentos, como a Torre Eiffel e o Arco do Triunfo, e conhecer também os pontos mais românticos, como a Pont des Arts e a região de Montmartre.

Não podemos deixar de comer um delicioso crepe, provar as delícias da culinária e tomar um finíssimo vinho francês.

Os destinos que citarei no roteiro não devem ser tomados como fixos, não há nada melhor que se perder nas ruas de Paris e conhecer praças e monumentos novos, coisas que a maioria dos turistas nem chega a ver. Tome como pontos de referência e observe muito, se possível evite o metrô, pois claro, debaixo da terra você não irá apreciar nada.

DICA: Tente fazer o percurso caminhando, a volta completa do 1º dia não terá mais de 10 quilômetros, já no 2º e 3º dia a distância será ainda menor, somente 3 a 4 quilômetros a pé.

Vamos lá, esta é minha sugestão de percurso para um passeio de três dias em Paris.

Se você ainda não comprou passagens aéreas para Paris, clique aqui e encontre o melhor preço (a partir de R$2.000 ida e volta pela TAM). Encontre também os melhores preços para Hotéis em Paris aqui.

Dia 1 – Da Torre Eiffel ao Louvre caminhando

Nosso primeiro dia por Paris será o mais movimentado, sem dúvidas é possível fazer este percurso pois eu mesmo o fiz duas vezes em minha última viagem à Paris, mas prepare-se para caminhar bastante, serão 12 quilômetros que passarão sem que você sinta tanto, pois a paisagem e os atrativos são incríveis.

Faremos uma bela caminhada: Jardins du Trocadéro > Torre Eiffel > Champ de Mars > Arco do Triunfo > Champs Élysées > Place de la Concorde > Jardin des Tuileries > Louvre.

Cada turista terá seu ponto de partida, mas para unificar e dar uma sugestão que pode servir para todos, quero recomendar tomar um metrô até a estação Trocadéro.

Jardins du Trocadéro

Eu e minha esposa com os Jardins do Trocadero e Torre Eiffel ao fundo.
Eu e minha esposa com os Jardins do Trocadero e Torre Eiffel ao fundo.

Os jardins du Trocadéro (Praça do Trocadéro) compõe uma bela praça ao ar livre em Paris, está localizada justamente de frente ao Rio Sena e com uma vista privilegiada da Torre Eiffel. Minha recomendação de iniciar nosso primeiro dia de passeio a partir deste ponto é por esta razão, será do alto desta praça que você conhecerá a Torre Eiffel, símbolo máximo da cidade de Paris, um sonho de tantos brasileiros e brasileiras.

Na minha opinião, partindo de qualquer ponto da cidade, a forma mais bela de avistar a Torre Eiffel é chegando pela estação de trem Trocadéro, subindo à praça e deslumbrando-se com a paisagem.

Essa praça foi criada há menos de um século atrás, em 1937, para a Exposição Universal (um evento que girou o mundo a partir da metade do século XIX). Antes desta construção, ali estavam os Jardins do Palácio do Trocadéro.

Monumento da praça Jardins du Trocadéro
Monumento da praça Jardins du Trocadéro

Além da vista privilegiada à Torre Eiffel, esta praça se destaca pela belíssima fonte de Varsóvia, do arquiteto Roger-Henri Expert, formada por uma série de tanques e cascatas que terminam numa grande e retangular piscina. Lá existem alguns canhões de água que formam um espetáculo à parte.

Não deixe de observar as esculturas da década de 1930 que embelezam a praça e de tirar uma foto do alto da praça com a Torre Eiffel atrás.

Torre Eiffel

torre-eiffel-paris
Poucos conhecem a Exposição Universal, mas vale a pena ressaltar que a Torre Eiffel também foi construída para a edição do ano 1889 desta exposição.

A Torre Eiffel é uma imensa obra de arquitetura com 330 metros de altura, construída totalmente de ferro pelo engenheiro francês Gustave Eiffel, mas desenhada por Maurice Koechlin e Émile Nouguier.

Essa torre é belíssima, não importa o ângulo que você olhe, ela surpreenderá por suas perfeitas curvas, sua estrutura complexa e a vista maravilhosa que temos do alto dela.

Nossas entradas para subir ao topo da Torre Eiffel de Paris.
Nossas entradas para subir ao topo da Torre Eiffel de Paris.

Muitos se perguntam se vale a pena pagar para subir ao alto da torre, a resposta é: claro, de lá você tem a vista mais privilegiada da capital francesa, podendo observar todos os pontos turísticos com uma vista de 360º.

São 14,50€ muito bem investidos, há pessoas que pensam em economizar, mas lembre-se que não é todo dia que você tem a possibilidade de subir nesta torre.

Eu e minha esposa observando Paris na primeira parada - Torre Eiffel.
Eu e minha esposa observando Paris na primeira parada – Torre Eiffel.

Outras ainda se aventuram a subir a pé até o primeiro andar (restaurante e loja de souvenirs), mas quero lhe deixar claro que essa atividade não é para qualquer um, o tempo que perderá também será valioso.

Vale destacar que existem dois tipos de passes, o mais econômico que lhe dá direito a subir até a metade da torre, por €8,50 / pessoa e o mais completo que lhe permitirá chegar até o topo da torre (Sommet) a 330 metros de altura.

Saindo da Torre Eiffel, antes de conhecer o Champ de Mars, recomendo comer um delicioso crepe francês preparado na hora que é vendido bem em frente à Torre, do outro lado da rua.

torre-eiffel-de-noite

VALE A PENA voltar à Torre Eiffel um dia de noite para observar suas luzes que são um espetáculo à parte. Destaque para a possibilidade de jantar no restaurante da Torre.

torre-eiffel-casal

DICA: Compre souvenirs da loja oficial dentro da Torre Eiffel, os artigos custam um pouquinho a mais, porém, são de qualidade extremamente superior. Os ambulantes que vendem miniaturas da torre costumam cobrar pouco, mas a qualidade é precária. Compramos algumas originais e outras genéricas, as xing-ling chegaram enferrujadas ao Brasil.

Champ de Mars

Champ de Mars visto do alto da Torre Eiffel.
Champ de Mars visto do alto da Torre Eiffel.

Já que estamos na Torre Eiffel, após nossa primeira parada, seguiremos pelo Champ de Mars ou Campo de Marte, que é uma das maiores áreas verdes de Paris.

Esse belo espaço de contato com a natureza é um parque, um ambiente para caminhar, sentir-se bem, respirar ar um pouco mais fresco.

O acesso ao parque é aberto ao público 24 horas por dia, composto por um jardim ao melhor estilo francês, com lugares para descansar, lagoas de patos, cisnes, etc., dizem que neste parque é possível avistar belas aves como o Pica-Pau, por exemplo, e sentir a tranquilidade do canto dos pássaros mesmo no meio de uma enorme metrópole.

O parque é muito visitado pelas famílias de Paris, além claro, do intenso trânsito de turistas que aproveitam um passeio pelo parque antes ou depois de visitar a Torre Eiffel.

Uma parada que pode ser até estratégica para descansar e estar em contato com a natureza, levar seus filhos para brincar no parque infantil, passear de pônei ou observar as estátuas de bronze.

Arco do Triunfo

arco-do-triunfo-casal
Já passamos pelos Jardins du Trocadéro, vimos a Torre Eiffel e caminhamos pelo parque Champ de Mars, minha sugestão é retornarmos ao outro lado da ponte, cruzar o Sena e voltar em direção à Estação do Trocadéro.

Agora iremos para o Arco do Triunfo (Arc de Triomphe), não há na minha opinião melhor caminho que partir da Estação do Trocadéro pela Avenue Kléber, uma das mais belas da região, onde estão localizadas as principais embaixadas de países do mundo todo.

Pode ser feita uma pequena pausa para tomar um café, descansar um pouco, mas sem perder muito tempo pois nosso passeio está apenas começando.

Caminhando em linha reta pela Avenue Kléber você chegará ao Arco do Triunfo, preste bastante atenção pois deverá passar por um túnel para chegar até a praça que está localizada no meio de uma importante e movimentada rotatória.

Este é provavelmente o Arco do Triunfo mais famoso do mundo, quem ordenou sua construção foi ninguém menos que Napoleão Bonaparte, que desejava comemorar sua vitória na Batalha de Austerlitz. Sua construção foi executada entre 1806 e 1836, sobre a praça Charles de Gaulle, também conhecida como Place de l’Étoile.

arco-do-triunfo-frente

Dentro do Arco do Triunfo há um pequeno museu que conta a história de sua construção, também é possível subir até a parte alta do arco para observar desde lá os mais importantes pontos turísticos da cidade.

Embora seja uma construção simples, que podemos conhecer em pouco mais de uma hora, o Arco do Triunfo tem um significado histórico muito grande para os franceses, um local utilizado pela população para comemorar suas maiores conquistas, de guerra e de paz.

Champs Élysées

champs-elysees
Sairemos do Arco do Triunfo pela Champs Élysées, a principal avenida de Paris, com pouco menos de 2 quilômetros de comprimento. Essa avenida será nosso caminho do Arco do Triunfo até a Praça da Concórdia e finalmente o Louvre.

Mas não pense que esta é somente uma passagem de um ponto turístico a outro, esta rua é um dos pontos turísticos mais buscados de Paris. Considerada a avenida mais elegante do mundo, chamada de “la plus belle avenue du monde” pelos franceses, caminhar sobre ela é imprescindível.

Se falarmos de moda e perfumaria, é nela que estão instaladas as principais e mais exclusivas marcas do mundo, como Chanel, Louis Vuitton, Hugo Boss, Dior, Cartier, entre outras.

Champs Élysées de noite.
Champs Élysées de noite.

Para os homens, existe ainda o atrativo das lojas de veículos das marcas mais luxuosas do mundo, um verdadeiro parque de diversões para os apaixonados por carros.

Embora a avenida Champs Élysées de Paris seja muito conhecida pelas compras, é também um belíssimo lugar para somente caminhar, desfrutar da cultura das ruas, fazer uma pausa para comer e um dos principais pontos de entretenimento da cidade.

Um dos monumentos que merece uma atenção especial é o Grand Palais des Beaux-Arts (Grande Palácio das Belas Artes), uma construção muito bela erguida em 1897 para ser sede da Exposição Universal, de 1900.

frente-lido-paris

Também na Champs Élysées vale a pena ter em consideração o Lido Cabaret, um dos mais conhecidos da cidade que oferece o já consagrado teatro de revista, o Lido é mundialmente conhecido e certamente um dos principais concorrentes do Moulin Rouge. Os preços para participar de um evento no Lido partem de 85€, mas podem facilmente alcançar os 200€ por adulto que incluem o jantar e o show.

Place de la Concorde

Eu e minha esposa com o Obelisco e a Grande Roue de Paris ao fundo.
Eu e minha esposa com o Obelisco e a Grande Roue de Paris ao fundo.

Seguirá sua caminhada pela Champs Élysées até chegar na Praça da Concórdia, não se preocupe que o percurso é de pouco menos de 2 quilômetros e o visual bastante agradável, com áreas verdes e monumentos para parar e tirar fotos.

Você saberá que chegou à praça quando avistar o Obelisco de Luxor, um obelisco egípcio de mais de 3300 anos que foi levado para a França em 1836. O obelisco foi um presente do Egito ao Rei Luís Felipe I, que mandou colocá-lo no centro da praça.

Ainda na Praça da Concórdia você verá a La Grande Roue de Paris, na verdade a roda gigante originária de 1900 media 100 metros de altura e foi também construída para uma edição da Exposição Universal. Ela poderia transportar 30 pessoas de cada vez, mas em 1921 ela foi desmontada e retirada do local, La Grande Roue era um dos principais cartões postais de Paris.

Em razão das comemorações pela troca de milênio, no ano 2000 foi construída uma nova roda gigante, desta vez chamada de Roue de Paris com 60 metros de altura, mas com um grande diferencial, ela pode ser desmontada e está sendo levada para vários países do mundo.

Minha esposa e eu comemos Waffle numa barraquinha ao lado da Grande Roue, recomendadíssimo!
Minha esposa e eu comemos Waffle numa barraquinha ao lado da Grande Roue, recomendadíssimo!

Em 2013 quando estive em Paris tive a oportunidade de vê-la, mas a Roue de Paris como disse anteriormente é desmontada e levada para outros destinos de vez em quando. Já passou por Birmingham (Inglaterra), Manchester (Inglaterra), Geleen e Amsterdam (Holanda), Gateshead (Inglaterra), também passou por Bangkok (Tailândia), Antwerp (Bélgica) e Rimini (Itália).

Jardin des Tuileries

casal-no-tuileries
Depois de observar os pontos turísticos ao redor da praça, quem sabe dar uma volta na roda gigante, recomendo sair da Place de la Concorde e entrar no Jardins des Tuileries, ou em português Jardim das Tulherias, que fica justamente atrás da praça em direção ao Louvre.

Esse jardim é um espetáculo, natureza, paz, descanso, há inclusive cadeiras inclinadas à beira do lago para relaxar depois de uma boa caminhada como a que nós estivemos fazendo.

Existem diversas estátuas neste jardim, belas flores, verde e alguns animais, você pode parar para descansar, ou cruzá-lo em linha reta até finalmente chegar no Louvre.

Nosso primeiro dia de passeio irá terminar por aqui, aproveite para tirar fotos no lado externo do Louvre, como já estamos bastante cansados e o tempo é curto, recomendo voltar ao Museu no segundo dia.

Dia 2 – Museu do Louvre, Notre Dame e Hôtel de Ville

Nosso segundo dia será mais tranquilo, mas não pense que será moleza pois o Museu do Louvre é enorme e lhe exigirá bastante energia.

Também neste dia recomendo passar pela Pont des Arts, um lugar que se popularizou nos últimos anos, onde casais apaixonados fixam cadeados jurando amor eterno.

Por último, para aproveitar o dia vamos visitar a Cathédrale Notre-Dame, que está localizada a somente 1,5 quilômetros da ponte e depois terminar o passeio na Praça do Município.

Museu do Louvre

frente-louvre
O Museu do Louvre é sem dúvidas um dos mais completos do mundo, repleto de obras de arte, arqueologia e pinturas. O Museu está instalado no que antigamente foi o Palácio Real e possui coleções reunidas durante séculos pela monarquia francesa e compra de itens a partir do século XIX.

O Louvre serviu de modelo para diversos museus europeus e internacionais, é o museu mais visitado do mundo e muito conhecido pelas obras de importantes artistas, entre as mais buscadas está “La Gioconda” (A Mona Lisa) de Leonardo da Vinci.

louvre-entrada
Minha recomendação é chegar cedo, a entrada custa 11€ e você pode passar o dia dentro do Museu para conhecer a maior quantidade de obras possível. Há restaurantes para o almoço e lanche, nosso lanche foi algo rápido para não perder tempo, já que um dia no Louvre costuma ser bastante corrido.

Nintendo 3DS que serve como guia digital do Louvre e a entrada do museu.
Nintendo 3DS que serve como guia digital do Louvre e a entrada do museu.

Pegamos um guia digital que é muito bacana, ele é um Nintendo 3DS adaptado com informações sobre o museu, funciona via GPS e oferece vários passeios guiados com voz, além de informação sobre as obras no caso de um passeio livre.

louvre-esposa-observando

Principais obras do Louvre:

  • Mona Lisa – Leonardo da Vinci;
  • A Virgem e o Menino com Santa Anna – Leonardo da Vinci;
  • Casamento em Caná – Véronèse;
  • Morte de Sandanapale – Eugène Delacroix;
  • A Liberdade Guiando o Povo – Eugène Delacroix;
  • Aposentos de Napoleão III (um ambiente completo com objetos de coleção e arte);
Aposentos de Napoleão.
Aposentos de Napoleão.
  • Victoria de Samothrace;
  • Venus de Milo;
  • La Dentellieère – Vermeer;
  • A troca de Princesas – Rubens;
  • Múmias do Egito;
  • Sarcófagos;

Aproveite o máximo que puder seu tempo no Louvre, vá com a premissa de que é impossível conhecer o museu em somente um dia, escolha o que mais lhe interessa e utilize a guia para economizar tempo.

louvre-la-gioconda-monalisa

CURIOSIDADE:
No filme Código da Vinci de Dan Brown, é levantada a ideia de que o Santo Gral na verdade não é um cálice sagrado, segundo o autor do longa-metragem, o Santo Gral é Maria Madalena. Sua tumba estaria protegida abaixo da pirâmide principal. Para deixar-nos ainda mais intrigados, dita pirâmide supostamente possui 666 painéis de vidro, sendo que 666 é o número da besta. Curioso, fantasioso, realidade ou fato, o Museu do Louvre é um dos mais completos do mundo com obras de arte dignas de admirar-se.

Pont des Arts – ponte dos cadeados

pont-des-arts-cadeados-paris-2
Recomendo partir do Louvre por volta das 5 da tarde, depois de um dia cansativo pelos corredores e obras do museu, se você estiver viajando com seu companheiro (a) uma passada pela Pont des Arts é imprescindível.

É lá que milhões de pessoas estão renovando seus laços e jurando amor eterno, nas últimas décadas a ponte se popularizou e viajantes do mundo todo deixam seus cadeados presos à estrutura.

Mais uma recordação imperdível para sua viagem, um cadeado que simboliza a união do casal, num ambiente mais do que romântico.

Catedral de Notre-Dame

notre-dame
Vamos aproveitar o segundo dia para também conhecer a Catedral de Notre Dame, ela fica muito próximo à Pont des Arts, você pode chegar até a catedral caminhando, serão aproximadamente 1,5 quilômetros.

Você veio do Louvre, cruzou a Pont des Arts e chegou na Quai de Conti, uma avenida que passa às margens do Sena, você caminhará para a sua esquerda na saída da ponte e caminhará até a Pont Neuf.

Cruzará a Pont Neuf e irá caminhar para a sua direita, você estará na na Île-de-France, uma pequena ilha que está localizada no meio de Paris. Caminhe sobre a rua Quai des Orfèvres, siga pela Quai du Marché Neuf e faça as curvas no final da rua até chegar em Notre Dame.

Sinos novos em exposição na Catedral.
Sinos novos em exposição na Catedral.

A caminhada é gostosa, às margens do Sena com bastante arquitetura interessante, como se trata de uma igreja ela estará aberta o dia todo, é possível que você tenha que formar fila para entrar.

A Catedral de Notre-Dame possui um estilo gótico e é uma das mais antigas da França, foi construída a partir do ano 1163 até o ano 1245. Foi dedicada à Maria, mãe de Jesus, de aí vem seu nome “Nossa Senhora”.

notre-dame-frente

Quando visitamos a Notre-Dame, em 2013, tivemos a agradável surpresa de encontrar-nos com a exposição dos novos sinos da igreja.

Visitar a Catedral é uma experiência linda, inclusive para quem não é católico ou praticante, um monumento deste calibre não deve ser julgado pela religião mas sim pelo significado histórico, cultural e arquitetônico.

Hôtel de Ville – Praça do Município

praca-do-municipio-hotel-de-ville
Nosso segundo dia será recheado de emoções, primeiro conheceremos as relíquias do Museu do Louvre, deixaremos um cadeado na Pont des Arts, visitaremos a Notre-Dame e terminaremos o passeio na Praça do Município (Hôtel de Ville em francês).

É neste edifício que funcionam as instituições do governo municipal de Paris, ele está localizado na praça de mesmo nome. Como curiosidade, desde 1357 que esse edifício hospeda os escritórios públicos, é de lá que o prefeito cuida da administração da cidade desde 1977.

O motivo de visitar essa praça e conhecer a prefeitura de Paris, além de sua bela arquitetura típica francesa, é de conhecer e interagir com os nativos que passeiam pela praça no dia-a-dia.

praca-municipio-pista-gelo

Quando estivemos em Paris no início de 2013, havia uma pista de patinagem no gelo justamente em frente à prefeitura, nativos ocupavam a praça e se deliciavam com doces típicos, como o crepe, churros ou waffle, vendidos em barraquinhas ao redor da praça.

churros

Digno de não se perder, vale a pena terminar seu dia numa agradável praça como a Place de l’Hôtel de Ville, dali você pode tomar um metrô na estação de volta para seu hotel.

Dia 3 – Lafayette, Sacré Coeur, Praça dos artistas e Moulin Rouge

Nosso roteiro de três dias em Paris está chegando ao fim, mas não pense que há pouco que ver e visitar neste último dia, prepare-se para um dia acelerado e muito bem aproveitado com uma passagem pelos últimos pontos turísticos da cidade que não podemos perder.

Hoje será um dia de compras, visita à Basílica do Sagrado Coração e uma rápida visita a Montmartre, onde ficam os cabarés mais famosos de Paris.

Galeries Lafayette

lafayette-exterior
No terceiro dia vamos partir da Galeria Lafayette, que pode ser facilmente alcançada por várias linhas do metrô de Paris. Acredito que a estação mais fácil de chegar seja a Saint-Lazare, por lá passam os metrôs M3, M12, M13 e M14. Mas, existem estações mais próximas como a Havre – Caumartin ou a Chaussée d’Antin – La Fayette.

Um dos shoppings mais famosos do mundo, a Galeria Lafayette da Boulevard Hassmann, é épica, luxuosa e um passeio imperdível. Tudo lá dentro é incrível, as lojinhas, a decoração, o ambiente fino e seu excelente atendimento.

Tudo bem, pode ser que nem todo mundo tenha dinheiro para comprar uma bolsa caríssima ou um relógio de ouro, porém, existem pequenos objetos que podemos levar de recordação desta incrível loja de departamentos.

lafayette-interior

Minha esposa por exemplo, comprou-se um tênis bastante lindo por somente €30, um destes para usar no dia-a-dia, com jeans, barato, belo e comprado na Lafayette, um dos principais shoppings do mundo.

Aproveite o passeio e se puder leve uma lembrança para casa.

Sacré Coeur – Basílica do Sagrado Coração

sacre-couer-casal
Sairemos da Lafayette e iremos caminhando até a basílica, são apenas 2 quilômetros. Partiremos pela Rue de Mogador, sentido trânsito veicular, caminharemos até a Place d’Estienne d’Orves, dobraremos à direita e seguiremos até o final da praça.

Chegando ao final da praça dobre à esquerda e vá até a Rue Jean-Baptiste Pigalle, gire à direita e suba até avistar a basílica. A partir do momento que você avistar será fácil encontrar, existem dezenas de ruas que levam você até lá.

Cheguei pela Rue de Steinkerque, repleta de lojinhas de souvenirs, camisetas, cartões postais, etc.

Há uma grande escadaria para subir até chegar no topo da montanha onde está localizada a Basílica, lá de cima é possível tirar belíssimas fotos panorâmicas de Paris.

Vista do alto da montanha, em frente à basílica.
Vista do alto da montanha, em frente à basílica.

Tenha cuidado com os ambulantes desta região, costumam ser um pouco agressivos, a polícia costuma passar frequentemente, mas enquanto eles não estão os vendedores aproveitam para tirar dinheiro dos turistas.

Diferentemente de Notre-Dame, esta basílica não possui tanta história assim, ela foi construída a partir do ano 1875 e concluída em 1914. Mesmo assim, é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, possui quatro cúpulas e está inspirada na arquitetura romana e bizantina.

É possível evitar a escadaria fazendo uso do trem elétrico, chamado de Funiculaire de Montmartre, que entrou em funcionamento em 1900. A cabine foi criada para permitir que o usuário possa apreciar a basílica durante a subida.

Place du Tertre – Praça dos artistas

place-du-tertre-paris
Essa praça está localizada praticamente ao lado da basílica Sacré Coeur, é nela que famosos caricaturistas, pintores e artistas expõe suas obras e realizam pinturas ao ar livre.

É um dos locais mais marcantes da cultura e arte parisiense, foi ali nesta região de Montmartre que surgiu o Impressionismo, no início do século XX. Conta a história que nestes quarteirões viveram artistas pobres do início do século XX, como por exemplo Picasso e Utrillo.

praca-dos-artistas-paris

Ali nas redondezas há também um interessante museu chamado L’Espace Salvador Dalí, dedicado aos desenhos e esculturas do artista.

Uma das atividades imperdíveis é solicitar uma caricatura a um dos artistas que ali estão trabalhando, uma recordação inesquecível de sua viagem à bela Paris.

Montmartre – Moulin Rouge

moulin-rouge
Já que estamos falando de Montmartre, seguiremos nosso passeio por esta região que é sem dúvidas a mais boêmia da cidade. É nesta região que encontraremos os melhores cafés, restaurantes e claro, os cabarés de Paris como o Moulin Rouge e o Lapin Agile.

Minha recomendação é um passeio pela Boulevard de Clichy, onde se encontra o Moulin Rouge e diversos outras casas de shows, sex shops e lojas de temática amorosa / adulta.

Se você preferir chegar de metrô a estação mais próxima é a Blanche, em frente da saída da estação você já verá o Mouling Rouge, um pouco para trás o Musée de l’érotisme, etc.

A partir dali você poderá personalizar seu passeio, como é uma região boêmia, artística e cultural, uma boa ideia seria conhecer onde viveram importantes artistas como Pablo Picasso, Vicent Van Gogh (Rue Lepic), Max Jacob, entre outros.

Encontre passagens aéreas para Paris ao melhor preço (a partir de R$2.000 ida e volta pela TAM). Reserve também hotéis com excelentes preços em Paris *(aqui).

Considerações Finais

Querido leitor(a), minhas dicas neste artigo devem servir somente como ponto de partida em sua aventura por Paris, existem tantas coisas para se fazer nesta cidade maravilhosa que um artigo nunca faria jus à sua beleza e história.

Utilize este roteiro de três dias como uma ideia do que fazer, mas não se fixe como verdade absoluta, Paris possui inúmeros outros atrativos, estes são somente os pontos turísticos mais visitados, não deixe de “se perder” pelas ruas da cidade, sua experiência será ainda mais proveitosa.

Se você possui alguma dúvida sobre Paris não deixe de nos consultar, podemos lhe ajudar. Escreva sua mensagem nos comentários deste artigo.

Conte-nos, o que você mais gosta em Paris? Qual seu local favorito?

Booking.com
Booking.com
Booking.com
Booking.com

204 Comentários

  1. Boa noite André! Estamos programando para ir ano que vem para Madrid-Barcelona-Paris com nossa filha de 1 ano de idade. Estas suas dicas são tranquilas de realizar com um bebê junto? Tem alguma dica para nos dar?

  2. Olá,

    Adorei suas dicas e blog! Sem dúvidaestão me ajudando muito, pois terei apenas 3 e 1/2 dias livres em Paris, sendo que como irei com crianças (5 anos e 9 anos), num deles irei na Euro Disney.

    Queria sua opinião se ficaria muito puxado, por estar com crianças, fazer o 1º dia como você descreveu e ainda incluindo a visita a Pont des Arts e Catedral de Notre Dame. A melhor opção seria realizar o roteiro a pé mesmo ou de metrô?

    Iria fazer o roteiro com o ônibus Hop-on Hop-off, mas quando li as suas dicas, acabei desistindo.

    No 2º dia, estou analsiando se visitamos a Sacré Coeur, Museu de Orsay e Jardim de Luxemburgo.

    Sei que fez o roteiro sem crianças, mas queria uma opinião se valeria a pena eu levar carrinho para elas?

    Muito obrigada!

  3. Parabéns André, pretendo passar três dias de maio/16 em Paris e alguns em Roma e Londres, após um intercambio em Malta, e seu roteiro vai me ajudar muito. Tenho uma dúvida, o padrão das tomadas elétricas lá é provavelmente diferente do brasileiro, certo? Como fez para recarregar seus equipamentos eletrônicos? Sabe se as tomadas em Londres e Roma também são diferentes?

    • O ideal é levar um T do estilo velho, aquele dos dois pinos.
      O padrão de lá é similar ao padrão antigo brasileiro, caso não encontrares, leva um adaptador universal de tomadas (ou compre por lá).

      Na Itália eles usam o mesmo padrão da França, mas na Inglaterra é diferente.

      Abraço.

  4. Olá, parabéns pelo roteiro, gostei muito. Com certeza usarei as dicas.
    Gostaria de saber se é viáviel tirar o Hôtel de Ville do segundo dia e colocar no lugar o Sacrer Couer??

    Desde de já agradeço =)

  5. André, primeiramente lhe parabelizo pela otima materia, gostaria de saber qual foi a epoca que vc e sua esposa foram, pois percebi que estava frio…rsrsrs estou pensando em ir em fevereiro de 2017. Irei ficar 5 dias… Outra coisa, vc poderia me passar o site ou nome do hotel que vcs ficaram. obrigado Marcos

  6. Boa noite André! Adorei suas dicas, mas gostaria de sua opinião, chego em Paris dia 20/12 e saio dia 23/12 . Você acha esse tempo suficiente para um bom passeio já que dias livres mesmo serão somente os dias 21 e 22 . Vc indica qual distrito para ficar na cidade . Obrigado por sua atenção , essa é minha primeira viagem internacional e estou um pouco inseguro nas decisões .

  7. André, primeiramente quero parabeniza-lo pelas ótimas dicas.
    Ficarei 2 dias em Paris próximo a torre Eiffel. Como transformo esse roteiro de três dias em dois? rsrs
    Ou o que eu poderia retirar ?
    Desde já, muito obrigada.

  8. Olá,

    Vamos eu e minha esposa a Paris em Julho de 2016.

    Estamos pesquisando ingressos para vender na internet para poder entrar na Torre Eiffel e no Museo do Louvre, mas estão muuuito mais caros do que você menciona no seu Blog.

    Você acha que conseguiremos visitar os principais pontos sem problemas se não comprarmos ingresso antecipado pela internet???

    Agradeço antecipadamente!!!

  9. André, muito obrigado pelas informações! A riqueza de detalhes e a clareza com que você descreveu este roteiro, irão ajudar-me muito. Começo minha aventura em poucas horas! 😉

    Abraço!

  10. Foi até o momento o melhor roteiro que encontrei!
    Você não teria um roteiro pra 5/6 dias em Paris, que contemplasse a Disney e o Palácio de Versailles?
    Cumprimrntos e parabéns.

  11. Olá Diego. Nossa, seus artigos tem sido de grande valia pra mim. Bom, tenho uma dúvida, será que poderia me ajudar?
    É que estou planejando conhecer Paris na minha lua de mel, daqui a uns 14 meses, mas tem um porém, arranho o inglês e não tenho a mínima noção do francês, e gostaria de saber o que vc me recomendaria para sobreviver por uma semana. Seria melhor fazer um básico de Francês ou me aprofundar no inglês?
    E quanto à estadia? Hotel ou Studio?
    Grata.

  12. Boa tarde André,

    Gostaria de agradecer o super roteiro que você disponibilizou. Fui à Paris com meu namorado em Abril/15 e segui exatamente as suas coordenadas e deu super certo. Tirando que no primeiro dia ele se empolgou e quis voltar do Louvre a pé até o hotel que ficava próximo da torre Eiffel, acho que andamos mais de 20 km fácil, e detalhe, após chegar do vôo de Guarulhos. No outro dia eu tava morto, mas fazer o que?!.rsrs
    Como ficamos 4 dias conseguimos aproveitar e ir um dia pra Versailles, pra mim de longe um lugares mais incríveis que conheci. O tamanho e cada detalhe daquele lugar valeu muito a pena.
    Pra época que fomos, como os dias são bem mais longos (anoitecia perto das 21h) então rendia muito e deu pra conhecer bastante de Paris.
    Mais uma vez gostaria de agradecer a vocês, sem um roteiro em Paris pra 4 dias é praticamente impossível conhecer tanta coisa, e a maneira que montaram ficou muito bom.
    Não comentei antes porque acabei esquecendo, e esse ano (apesar do câmbio) estou indo pra Barcelona-Lisboa e se der quero conhecer Berlim, Copenhage e Genebra. Então estou na função de montar um roteiro novamente.

    Abraço

  13. Andre ,

    Primeiro obrigado pelas dicas , estou chegando em paris dia 07 de janeiro agora e suas dicas me ajudaram bastante meu irmão!
    Ja conheço bastante paises na europa ( portugal , espanha , italia , alemanha e Holanda ) mas frança estou indo a primeira vez ,e o seu roteiro muito é parecido com o meu que ja tinha traçado anteriormente , depois de sua ajuda inclui alguns pontos

    Forte abraço

    • Olá Diego!

      Eu vou para Paris dia 25 de Janeiro. Você pode me adicionar no whats app ou falarmos por e-mail? Estou com um medo enorme do frio rs… 90% das pessoas que conheço e foram para Paris no inverno disseram que não conseguiram nem aproveitar direito. Estou com tanto receio! rs. Você pode me dizer como estará o tempo nos dias que você estará lá? Só para ir aquecendo o psicológico rsrs

      Att.

  14. Boa noite
    André,
    Achei muito interessante sua postagem uma vez que irei ficar exatamente esse período de 3 dias.
    Tenho uma dúvida sobre comunicação com os franceses uma vez que não domino a língua, a perguntar é eles recebem bem os brasileiros? Falar em Inglês?
    Grande abraço

    • Olá Daniel, o inglês é o idioma universal, geralmente encontrarás atendimento em inglês, as vezes até em espanhol.
      Recebem bem os brasileiros? Cidades turísticas costumam receber bem qualquer turi$ta.
      Um abraço.

  15. Dicas excelentes! Vou viajar com o meu filho (janeiro 2016) que tem problema na perna (se andar muito fica com muita dor na perna). Neste caso vale a pena pegar aqueles ônibus (hop on hop off)?

  16. Grande André.
    Sensacional sua postagem. Muito boa mesmo. Irei segui-lá para realizar meu “tour” por Paris. Irei passar o ano novo na Inglaterra, e do dia 8 ao dia 12 de janeiro estarei em Paris. Creio que a cidade estará em um inverno rigoroso. E diante dos problemas enfrentados pela cidade, acredito que será uma experiência única.
    Sei que o tempo em cada atração é muito relativo. Mas no Louvre, vocês permaneceram por quanto tempo lá dentro?
    Outra coisa, outras dicas de restaurantes tipicamente franceses, você poderia dar?
    Grande abraço!

    • Olá Edgar, como vai?
      Bom, já fui a Paris em janeiro e o inverno por mais rigoroso que seja não impede de fazer nada.
      Tudo isso fiz em janeiro.

      Sobre o Louvre, este é o lugar onde menos posso dizer quanto tempo demora, considerando que é enorme e não dá para ver tudo numa só visita, você terá que saber o que deseja ver.

      Se quer ver somente a Monalisa, acredito que em 1 hora consiga, mas isso vai de você.

      Eu fiquei 6 horas dentro do Museu e saí de lá correndo pois ia fechar.
      Abraço.

  17. Olá , gostei muito de suas dicas , irei em janeiro , gostaria de saber se posso ir por conta nestes passeios ou é melhor pegar um guia ?
    obrigada

  18. Oi, amei as dicas. Estou indo para Paris no próximo dia 19 e estava perdida sem saber o que conhecer la. Vou seguir as dicas, só estou com dificuldade de adequar a viagem para dois dias, porque irei dia 19 de manha cedo e de la irei para roma dia 21 as 14hrs. Não sei a duração de cada passeio, poderia me ajudar?
    Obrigada desde já!

  19. Adorei tuas dicas. Já fui a Paris várias x mas agora com monjas filhas queria algo prático para dar tempo de cada um fazer outras escolhas.
    Foi ótimo teu roteiro
    Abç

  20. Olá! Gostei muito do seu roteiro!
    Nosso hotel ficará muito proximo à Galeria Lafayette e por isso acredito que dará para visitá-la a qualquer momento. Gostaria de incluir o passeio até o Palácio de Versailles. Será que daria para incluir neste dia da Sacré Couer?
    Obrigada!

  21. Olá !
    Adorei as dicas de vocês !! Com certeza um dos melhores roteiros para poucos dias !!
    Talvez já tenham perguntado, mas qual site vocês recomendam que compre ingressos antecipados ?
    Acho que não é vantagem comprar o paris museum pass para poucos dias, dessa forma gostaria de comprar separado: torre eiffel, louvre, notredame e moulin rouge.
    Estou indo essa semana, e verifiquei em alguns sites que eles mandam para casa, teria algum para retirada lá ?
    Qual vocês recomendam ?
    Obrigada

  22. ADOREI as dicas!
    Vou sozinha à Paris e estou pesquisando bastante.
    Eu já percebi que você não vende hotel (haha)
    Mas creio que indicações são uma boa, onde você ficou hospedado em Paris?
    Tem algum mapa bacana pra compartilhar?
    E sobre os ingressos você comprou na hora msm?

    • Olá Tamyris, como vai?
      Faça sua busca aqui (clique), lá escolha o valor a ser investido e a região.

      Fiquei na casa de amigos, por isso não consigo recomendar nenhum hotel.
      Sempre que viajo eu procuro Holiday Inn ou Ibis, pois eu gosto destes dois grupos, possuem qualidade e preço acessíveis.
      Abraço.

  23. boa noite
    estarei em paris no dia 21set2015 ate dia 24
    como posso comprar o ingresso da torre , pois no site oficial diz estar esgotado para todos os dias em que estarei lá
    suas dicas são shoe
    obrigado

    • Olá Rogério.

      Obrigado pela sua mensagem.

      Nós conferimos tanto no site da Torre Eiffel quanto também no sistema da operadora e realmente não há tickets disponíveis para as datas em que você estará por lá.

      Tente comprar lá na hora, talvez tenham alguns disponíveis.

      Um abraço,

      Paty

    • Realmente, as entradas são concorridas. Tente a subida até a metade pelas escadas. Muita gente sobe assim. Pelo menos vai poder ver Paris de outro angulo. Pode comprar tb no site. Boa viagem

  24. Estou indo com minha esposa em Lua de Mel passar 03 noites.
    Achei seu site aqui, e estou anotando as dicas.

    Depois vamos pra Roma, tem alguma sugestão??

  25. Adorei o roteiro.
    Iremos agora em Outubro e seremos 2 casais e 2 crianças. Ficaremos próximo ao metrô de Gambetta. Você teria mais dicas pra nos dar?
    Obrigada!!

  26. Ola novamente,…uma nova pergunta sobre a localização dos hoteis em relação ao ponto de partida que vc menciona para a jornada dos 03 dias. Tens uma ideia pra começarmos a procurar, sendo um hotel com Selo de Qualidade ISO “3B”,….bom, bonito e barato?….rs

  27. Ola André, tudo bem?
    Eu e minha espposa estamos indo a Paris aparitr de Amsterdam, onde ficaremos 05 dias, sendo que um dos dias iremos a Bruxelas de trem para eu mergulhar no Nemo 33. Bom, entendendo que o Louvre não abre as terças feiras como vi no site oficial, como poderíamos usar suas dicas de roteiro nesses dias entre 05/12 até 09/12 quando iremos a Suissa?
    Tens uma ideia de como aproveitar melhor esse tempo?. Outra pergunta: sem abusar,…rs….qual o trem de ida pra Bruxelas e onde é sua partida em Paris com uma taxa mais baixa?

    Gde abraço e PARABÉNS mesmo pelo site, muito bom mesmo, adoramos.

  28. André,

    Obrigada pela linda matéria, estou de viagem marcada para Abril do ano que vem.
    Ainda não conheço a cidade Luz, mas só de olhar as fotos da Torre meus olhos enchem
    de lágrimas rsrsrrs …
    Estamos querendo incluir no roteiro a região da Alsácia, você tem alguma dica?

  29. Irei agora em janeiro de 2016, e estou com medo de não conseguir aproveitar a viagem devido as baixas temperaturas. A pergunta que faço é: É possível fazer esse roteiro/percurso a pé nessa época do ano (janeiro)?

    Desde já, parabenizo pelo site!

    • Olá Francisco, como vai?
      Tudo é possível de ser feito, a não ser que venha uma temporada de neve inesperada.
      De todas formas, poderás fazer, mas caminhando menos, usando mais transporte público.

      Grande abraço.

  30. Olá boa noite estou pensando em viajar em janeiro é muito frio em paris? Como é o clima lá? Pq na verdade não gosto muito de frio Rs
    Obrigada suas dicas são maravilhosas se eu for p lá vai ser muito útil p mim. BjoS

    • Olá Sandra, como vai?
      Janeiro é a época mais fria do ano em Paris, prepare-se para muito frio.
      Não recomendo para quem “não gosta de frio”. Se quer ir à Paris com temperatura “mais alta”, pelo menos de abril pra frente.

      Até já.

  31. Oi André, estaremos em Paris final de 2015 em 7 adultos, chegando dia 31/12 e saindo dia 4 cedinho pra Amesterdão. Nossa dúvida é sobre o que abre ou fecha em 31/12 e 01/01. Estaremos no 10er e não queríamos nos aventurar nessa noite para longe. Conseguiremos algo interessante nessa noite por lá mesmo. O melhor no nosso caso é serviço de Transfer na chegada? Adorei suas dicas!!! Abraço

  32. Olá, obrigada pelas dicas em seu blog, vão ser de muita utilidade. Eu tenho uma dúvida, já que vou ficar dois completos e meio em Paris. Considerando que estamos no verão, acredita que consigo fazer o terceiro dia em uma tarde e noite?

      • Tenho uma pergunta ? queria saber se e dificil de se locomover em Paris d trem do aeroporto pra o hotel?? E como eu teria q fazer pra comprar o ticket dentro do aeroporto ou na propria estacao? Porque fiquei sabendo q e mais barato, do q pegar a Van.

        • Não é difícil, há uma estação de trem no aeroporto, mas veja bem com quantas malas irá pois isso é um problema de transporte, compreende?

          Prefira viajar com somente 1 mala por pessoa para poder economizar.
          Até já.

  33. Muito obrigado! Fantásticas dicas, estou numa Eurotrip, e com toda certeza seu site será meu guia na minha passagem por Paris.

    Parabéns.

  34. Ola! Primeiramente parabéns pelo site, gostei muito do roteiro.
    Se possível gostaria que você me tirasse uma duvida.
    Estou indo para Paris agora no começo de agosto porem vou ficar só dois dias pois resolvi tirar um dia para ir a Bruges.
    Queria saber se você acha possível realizar o seu roteiro na direção contraria começando pelo Louvre e Terminando no Jardim podendo assim assistir a Torre Eiffel tanto de dia quanto no fim da tarde quando as luzes são acessas.
    Obrigada pela atenção.

  35. Olá!

    Dá pra fazer parte do 2o. dia descrito por você (o trecho Pont des Arts => Cathédrale Notre-Dame => Hôtel de Ville) em três horas, com tranquilidade, ou fica corrido ?

    Obrigada.

  36. Olá, estou indo para Paris em setembro. Gostei muito do seu roteiro do primeiro dia e pretendo usá-lo com algumas pequenas alterações. Tenho algumas dúvidas:

    – Vocês subiram na torre? Tem muita espera na fila?
    – Vocês levaram o dia inteiro (manhã – tarde) para fazer o trajeto do primeiro dia?

    Obrigado!!

  37. Olá, vou para Paris nas férias agora e gostaria do seu conselho. Qual seria o melhor momento para visitar também as catacumbas de Paris? Abraços

  38. André, reservei um hotel a 600m do Hotel de Ville. Ainda assim, pretendo fazer o 1o. dia da maneira como sugeriu. O que acha? Outras duas perguntinhas:
    1) Quanto tempo acha que é gasto no Museu do Louvre pra ver as principais obras que você citou e a tempo de ver os outros pontos turísticos do 2o. dia?
    2) Num suposto 4o. dia, sugeriria o Palácio de Versalhes? Dá pra fazer algo mais fora dar um pulo lá? Ou vale a pena visitar outros pontos turísticos em Paris mesmo?
    Obrigado!

  39. Parabéns pelo post André. Estou com uma dúvida: estou indo em julho a Paris, vou passar quatro dias inteiros. Gostaria de fazer um bate e volta em Bruxelas e conhecer Versalhes e não tirar o Louvre do roteiro. Dá para fazer e conhecer as principais atrações?

    • Eu não faria isto, 4 dias é o justo para conhecer Paris, de forma resumida, como fiz no artigo.
      Há muito mais o que ver em Paris, assuntos que deixei para outro artigo, mas ainda não pude escrevê-lo.
      Abraço.

  40. Parabéns pelo post claro e didático, André! Irei no indicio de junho à França e destinamos 3 dias à Paris. Adorei seu roteiro, mas queria muito muito conseguir acrescentar o Palácio de Versalles nessas suas sugestões de destino. Em que momento deste roteiro me aconselha encaixar o Palácio ou caso fique apertado, o que eu poderia substituir? Talvez apertar o terceiro dia e fazer Louvre e Versalles?

    • Olá Fernanda, eu escolheria ou Louvre, ou Versailles. O problema é o traslado, em trem demorará umas 2 horas ida e 2 horas volta. Tens que considerar as caminhadas, baldeações, etc. Em taxi vai custar caro, são uns 40 km.

      Se você adora museu, vá ao Louvre, mas se você gosta mais de palácios…

      Qualquer um dos dois merece um dia cheio, se não fizer dessa forma irá lá “fazer check-in”, ou seja, dizer que foi pois aproveitar que é bom, não vai ser possível. Observar as obras do museu, com calma, com o carinho que a história das obras se merece, não se faz em meia tarde.

      Até já.

  41. Oi prezados… boa tarde 🙂

    Meu sonho de conhecer na Europa… e principalmente em Paris. 🙂

    Quais são nomes de hotéis mais baratos? Pode me indicar, eu agradeço.

    Abraço.

    • Olá Adriana, como vai?
      Acesse o Booking.com e faça lá sua busca, filtre por preços, pronto, terás uma lista completa de hotéis em Paris:

      [ACESSAR BOOKING]

      É difícil pra gente dar uma lista, nós somos blogueiros, contamos sobre nossa experiência, não somos vendedores de hotéis, não somos agência.

      Obrigado pela mensagem!

  42. Parabéns André, os roteiros e as dicas são excelentes, passarei em Paris em agosto e vou seguir a risca teus conselhos! Valeu mesmo, abraço

  43. Olá André! Tudo bem?!
    Pelo que pude depreender das fotos (e me corrija se estiver errado) você foi à Paris no período outono/inverno . . . Eu e minha família pretendemos ir em Julho/2015 (pleno verão). 1) Você crê que hajam filas maiores que o desejado nos principais pontos turísticos? / 2) Não falamos francês (leio com certa facilidade, mas falar . . .) e estamos na dúvida entre ir com uma empresa com guia ou irmos por conta e risco – o que pensa? / 3) Que hotel(is) recomenda, na medida que a maioria só oferece café da manhã e a considerar custo/benefício e a distância do centro? / 4) Sobre refeições propriamente ditas (acho que ficaremos entre 7 e 10 dias), com uma adolescente na “bagagem”, o que pode me orientar, por gentileza? / Finalmente: o que é mais e melhor aceito – euros ou cartão? / Grato e uma abraço.

    • Olá Wlademir, como vai?
      As filas no verão são maiores.
      Com inglês você deveria se virar bem.
      Se não falar inglês básico deveria considerar o guia.
      Refeições vai muito de gosto pessoal, não pense que comer hamburguers fará vocês economizarem, eu iria procurar comida comida, em um lugar “pagável”, preferentemente não no pé da torrei Eiffel, entendes?

      Caminhem, desbravem, procurem lugares novos que não sejam “cilada para turista”.
      Euros ou cartão, dá no mesmo.
      Abraço.

  44. Nossa Muito bom seu roteiro e é exatamente o tempo ficarei em Paris de 09 a 12/05/2015.
    Eu já tinha ideia do que queria visitar mas estava em dúvida de como seria o roteiro e o seu caiu como uma “luva”.. Rsrs
    Obrigadaaaa

  45. Muito legal seu roteiro. Ja faz muitos anos q fui a Paris. Andei 10h em um so dia. O percurso foi o inverso ao seu rsrs. Partindo de Montmartre ate a Torre, mas estava com um nativo e nao tive q me preocupar por onde eu ia. E vou agora em junho com minha mae. Levarei seu roteiro comigo pois me pareceu perfeito para nos. Obrigada.

  46. Olá André, parabéns pelo conteúdo, muito didático e objetivo. Estárea sendo muito útil. O quevocê sugere para acesso à Internet? Qual sim preparo? Ou é fácil wifi público?
    Abs

    • Olá Rodrigo.

      Há sim wifi público, mas vale a pena considerar o serviço de roaming wifi Boingo, que dá acesso a vários hotspots, pagos e de graça por uma taxa fixa.

      Um abraço.
      Alyson Regis Darugna

  47. Eu e minha esposa estaremos chegando dia 16/04 e dia 18/04 estaremos voando para Venezia e depois Roma de trem. Ótimas dicas, principalmente para nós que somos marinheiros de primeira viagem, com certeza vamos tentar segui-las. Compramos o Paris Museum Pass 2 days, para evitar filas e perder tempo. Uma coisa só nos preocupa, pois nosso inglês não é fluente, então estamos planejando a viagem com todas as dicas e opções antecipadas para tentar evitar transtornos. Parabéns pelo artigo publicado.

  48. Olá!
    Adorei o roteiro! Paris é um sonho, muito perto de realizar e vc descreve ricamente seu roteiro. Parabéns!!
    Chego a noite 18/04 e retorno a noite 23/04, acho que será terá um clima ameno. Vou com meu marido e minhas filhas de 4 anos e 1 ano e meio. Ficaremos num hotel em Montparnasse próximo só metro Vaugirard. Estou apreensiva, sei que os passeios são maravilhosos, porém com filas imensas para comprar ingressos e entrar nos locais. Vamos levar carrinhos e quero tentar fazer pelo menos dois passeios por dia, com exceção do Louvre e Versailles que tomam mais tempo. Não iremos para a Disney local. Tentaremos usar metrô para deslocar. Com criança é um pouco mais preocupante… é possível André fazer o roteiro com as pequenas? Pode me auxiliar com dicas?
    Abraço.

    • Que jóia Nádia, estarei em Paris dia 7, 8 e 9 de abril. Voltarei pois é um destino imperdível, sempre agradável dar uma passadinha por lá.
      Bom sobre passeios com os bebês, eu acredito que não seja um empecilho, vá tranquila. Pena que muitas estações não tem rampa, vocês vão precisar ter paciência nas escadas.

      Mas no resto, aproveitem Paris é o máximo!

  49. Olá, André! Parabéns pelo post. Fui a Paris em maio do ano passado e visitei a maioria dos locais que você sugeriu. Suas dicas foram ótimas! Pena que o cansaço não me permitiu subir ao Jardin du Trocadéro… Contudo, acho que fiz uma coisa bem legal na Torre Eiffel: reservei o ingresso com uma boa antecedência pelo site oficial, o que foi ótimo, pois a fila estava gigantesca, e consultei o horário do pôr do sol no dia para que eu pudesse aproveitar a luminosidade do dia, o entardecer e o anoitecer. Ao final quando saía da torre, fomos brindados com um lindo show de luzes na torre… maravilhoso!!! Inesquecível!!!

  50. Oi André, adorei te conhecer. Vou a Paris em maio 3 dias com Cia de Viagem. Como da vez anterior que estive em Paris, visitarei Versalles , Louvre, Torre Eiffel e Montmartre, vou ao Moulin Rouge. Enfim, você tem alguma sugestão para passeios à pé que não incluam estes lugares, quero aproveitar um pouco mais já que é a segunda vez e os lugares que vou são os mesmos, para tanto adicionei 3 dias extra em Paris, só que estarei sozinha e gostaria de dicas se possível. Merci!

      • André, sem querer ser repetitivo mas… parabéns, você é muito didático em seus comentários! Estarei lá na 1a. semana de setembro. Terei 4 dias inteiros além do primeiro dia (chegada da vôo prevista para 07H00). Porém, estaremos certamente muito cansados pois estaremos completando 10 + 8 hs de vôo intercalado por 10 hs de espera para a conexão (que serão aproveitadas dando um “rolê” onde estaremos). Seguem 3 perguntas:
        – o que sugeriria para esse meu primeiro dia, considerando o contexto citado?
        – como terei 4 dias inteiros, se eu desmembrar o primeiro dia do seu roteiro em dois, fica muito “folgado”? Neste caso, sugeriria mais algum roteiro adicional para ser adicionado no desmembramento?

        Obrigado!!!

        • Eu aproveitaria um dia inteiro no Louvre, contando com dias extras.
          Ainda, passaria uma tarde no Jardin des Tuileries (que fica em frente ao Louvre).
          Lá aproveite para relaxar, tem um laguinho, sente nas cadeiras… relaxe, sinta a cidade.
          Eu dormi lá com meus pais no mês passado, ficamos descansando mais de uma hora, deu até para roncar hehehe.
          As cadeiras são inclinadas, especiais para isso!

          De fato, nessa vez eu fiz mais coisas do que as do roteiro deste artigo, ainda não consegui colocar outro falando sobre esses novos pontos que visitei.
          Tem muita coisa para fazer, pegue o mapa turístico e adicione pontos em meio ao meu roteiro.

          Não conte o primeiro dia, você vai chegar cansado e provavelmente tarde já, com isso de chegar no hotel, etc. Vá ao Arco do Triunfo, volte pela Champs Elysees. Acho que é um bom começo.

          Até já.

        • Puxa vida Edson, conhecer hotéis foge de meu poder.
          Nós aqui somente falamos sobre nossas experiências, é impossível poder ficar em todos os hotéis para falar sobre sua dúvida.

          Sinto muito amigão.

  51. Boa Tarde André, eu e minha esposa estaremos desembarcando em Paris dia 15/3 as 04:00pm com retorno ao Brasil no dia 21/3 as 07:ooam. vc axa legal encaixar EuroDisney? e a media de 300 euros por dias está bom?

    • Olá Glauco.

      Tudo bem?

      Vou opinar sobre a Disneyland Paris.

      Eu sou fã de Disney e por isso eu diria que sim, que você tente encaixar a Disneyland Paris no seu roteiro. Porém, isso vai depender do número de dias que você terá em Paris.

      No artigo abaixo eu falo sobre a Disneyland Paris mais a fundo:
      Vale a pena visitar a Disneyland Paris?

      Sobre os 300 euros por dia, vou deixar o André responder, mas já te adianto que se for para comer, entrar em museus e passear, está bem bom com sobra!

      Um abraço.
      Alyson Regis Darugna

    • Glauco, como vai amigo?
      O Alyson já lhe respondeu sobre a Disneyland, ele é expert nesse sentido.

      Sobre o dinheiro, 300 euros é muita grana.
      Considere pagar caro 50€ por refeição, isso é o pior que lhe pode acontecer numa região bem turística.

      Hotéis na verdade existem para todos os bolsos, eu costumo focar em gastar de 70 a 100 euros.

      Falar de dinheiro é muito relativo pois existem gostos muito diferentes. Não costumo gastar muito por dia pois gosto de viajar muito, me explico?

      Gosto de fazer o dinheiro render. Mas também já vivi momentos de deslumbre, onde o céu é o limite, as vezes ser pão duro cansa e durante alguns dias você quer se dar alguns luxos (heheheheh).

      Abraço.

  52. Oi André,
    Há meses leio e releio seu post para guardar bem as dicas e já imaginar a minha viagem…
    Meu esposo e eu vamos ficar 3 dias agora em março e por isso vou tentar concentrar meu roteiro nas suas dicas.
    mas queria tenho umas duvidas, será que vcs podem me ajudar?:
    – qual melhor horário para ir na torre eiffel? E vcs fizeram o jantar/ou almoço lá? vale a pena???
    – os ingressos para o Lido cabaret compro no local ou por site… entrei no site deles, mas só ha opção para abril, será que está fechado em março ou já lotou???

    desde já obrigada por partilhar suas experiências. 😉

    • Olá Luciana, como vai?
      Comer na Torre Eiffel é bem caro, não sei se justifica.

      O ideal é ir de dia e de noite, para ver as luzes também. No caso se puder ir somente uma vez, vá ao atardecer, antes das 19h que é quando as luzes são acesas.

      Pode ser que já esteja lotado sim. Caso o Lido não tenha lugar, tente o Moulin Rouge.
      Até já.

  53. Adorei o seu blog e incrível… Viajo para Europa agora em Março. Vou passar um dia e meio em Paris. Vou tentar colocar em pratica o seu roteiro sugerido…. Espero que de tempo de ver tudo! Obrigada pelas dicas…

  54. Olá André! Estou usando seu blog como referência, já que vamos ficar 4 dias em Paris, no final de junho próximo. Vc fez esse roteiro no inverno, certo? Quando escurece mais cedo, imagino. Vamos fazer no verão. No seu roteiro, vc saía do hotel a que horas e voltava aproximadamente a que horas? Acha que no verão dá pra ver uns pontos a mais pelo dia ser mais longo? Quato tempo vc acha que precisamos pra fazer Fundação Cartier, Fundação Louis Vuitton e Pompidon?

    • Olá Marcia, tudo bem?
      Saia de manhã cedo e voltava tarde, mesmo escurecendo cedo. Isso não impede você de fazer turismo de noite 😉
      Acho que dá para fazer todos no mesmo dia, depende da velocidade de cada um. Eu prefiro um pouco menos acelerado e ver melhor, tem grupos que fazem o percurso em um dia, mas é discutível esse “conhecer”.

      Não sei os tempos para essas fundações, sinto muito.
      Abraço.

  55. Adorei o roteiro!!! Estava quebrando a cabeça para organizar tudo que queria conhecer em apenas 3 dias!Nos meus planos só faltou o passeio de barco pelo Rio Sena… vou ver se consigo incluir… Mas me ajudou muito!!! Obrigada!!!

  56. André, parabéns! Ótimas Dicas.
    Quero seguir o seu roteiro, viajamos em abril/2015, ficaremos 4 dias em Paris, sendo um para Disney. Minha filha tem 2 anos, levaremos o carrinho… Você acha possível fazer esse roteiro caminhando com ela??

    Abs

  57. Olá, simplesmente adorei seu roteiro! Vou segui-lo, mas vou me “perder” pelas ruas também ! Eu e meu marido vamos à Paris na semana que vem e ainda não tínhamos definido nosso roteiro, mas depois de ver esta opção já nos organizamos. Será que é complicado andar de metrô por lá? E quanto a língua, vamos falando o espanhol, será que conseguimos nos virar bem? Desde já agradeço por ter compartilhado este roteiro maravilhoso com a gente!

  58. Olá André!

    Gostei muito do seu roteiro e vou segui-lo em minha viagem daqui a 2 dias! Parabéns!!

    A propósito… tem uma dica de restaurante bem romântico para ir com a esposa?

    Desde já, obrigado! Um abraço!

  59. Olá André, parabéns pelos excelentes artigos. Vou usar parte do seu roteiro de 3 dias em Paris, e como será nossa primeira vez, eu e meu namorado estamos em dúvida de onde nos hospedarmos, se próximo ao aeroporto pois seguiremos para Itália, ou no centro, uma hospedagem mais em conta. Como somos colunistas de vinho, voce teria alguma dica para amantes do vinho?

  60. Olá Andre!

    Adorei as suas dicas, são realmente sensacionais, mas acho q preciso de um pouco mais de apoio… estou desesperada!!!
    La vai minha situação: Daqui a dois meses ficarei 21 dias na Itália, minha irmã mora e trabalha lá.. Eu estava louca pra ir a Paris porem ela e meu cunhado conseguiram apenas 4 dias de folgas e não conseguiram bons horários para os nossos voos o que estragou nossa mini folga. Chegaremos em Paris as 16:00 de uma quinta-feira e voltaremos ao 12:00 do domingo. Pouco né? Eu queria fazer mil coisas lá mas isso é quase impossivel ne? Será que vc poderia me ajudar com o roteiro? Vou te falar os lugares q gostaria de conhecer (mesmo q seja rapidinho rsrs) pra ver se dá certo… Torre Eiffel ( noite e dia) Louvre, Ponte das Artes, Sacre Coeur, Catedral Notre Dame, Jardim du Luxemburgo, Jardins de Versailles …. tô pedindo demais?

    Desde já te agradeço muito!!!!

    Obrigada, Cris

  61. André, gostei demais de suas dicas, mas queria poder trocar mais ideias com você pois estarei em Paris por 3 dias com dois casais mais velhos, um deles meu pai e mãe com 88 e 78 respectivamente e o outro na casa dos 70 mas o marido com duas próteses no joelho. Ou seja, caminhada é praticamente impossível por todos esses lugares… Que você sugere como alternativa?? Teria um email que poderíamos conversar sobre isso mais a fundo??? Obrigada!!!

    • Olá Carla, como vai? Bom, não tenho a mesma experiência que você vai ter lá. Nós aqui somente falamos sobre o que conhecemos, não somos agência, nem nada. Eu como leigo no assunto recomendaria que alugues um carro, seria ideal para que você possa levá-los até a “porta” dos pontos turísticos, e logo, possa estacionar o carro em um lugar apropriado.

      Até já.

  62. Olá, gostei bastante das dicas e iremos fazer um roteiro parecido em 2 dias. Você sabe um bom hotel pra indicar que tenha preço acessível e boa localização para uma noite?
    Obrigada

  63. Boa noite André!!
    Adorei suas dicas cara e vou praticar seu roteiro por completo, ficou perfeito para mim que também têm infelizmente somente três dias também.rsrsrs
    Me de uma ajuda por favor, tenho umas 7 horas além dos 3 dias em Paris, e ainda mais um dia que ficarei em Amsterdam, você acha melhor pegar essas horas e passar em Paris e aumentar alguns pontos nessas 7 horas ou seria melhor dedicá-las a Amsterdam, já que ficarei apenas um dia lá?
    Obrigado pela sua ajuda.

  64. Olá André! Adorei seu roteiro pra 3 dias. Irei com meu marido e filhas, 20 e 10 anos respectivamente, na última semana de junho/2015. Pretendemos ficar 3 dias mesmo em Paris, vindo de 2 dias da Disney Paris. Algumas pessoas me recomendaram comprar um ticket que vale por 2 dias, com um ônibus turístico que passa nos principais pontos de 10 em 10 minutos, para não cansar tanto a filha de 10 anos. Vc acha uma boa?Meu marido não abre mão do Louvre uma manhã e tarde, então em que dia vc acha que eu devo encaixar o Palácio de Versalles, a fim de ver o máximo e não ficar tão cansativo??

    • Olá Marcia, como vai? Numa viagem assim corrida a gente precisa fazer um esforço, não tem como evitar o cansaço.
      Acho que vocês poderiam fazer um tour por Paris no primeiro dia, deixar o Louvre para o segundo e por último o Palácio.

      Até já.

  65. Olá André ! Adorei , meu marido e eu iremos a Paris no final de maio, suas dicas estão nos ajudando muito.
    Depois iremos à Itália e estive pesquisando e li algo sobre pegar um Trem até Vezeza, sendo que O Thello sai da estação Paris Gare de Lyon para Veneza. Você tem alguma experiencia ou dicas quanto a isso !
    obrigada

  66. Boa tarde!!! Gostei muito do seu roteiro mas vamos ter menos tempo disponível. Na verdade 1 dia inteiro, uma tarde e uma manha/parte da tarde. Nosso voo chega dia 21/01 as 12:30 aeroporto Orly e sai dia 23/01 as 19:10 aeroporto Orly. O que voce me orienta para esse período? me ajude a montar um roteirinho para uma turma de jovens com pouco $$$ rsrs! Abraços

  67. Olá André, adorei teu roteiro, por gentileza se puder claro, mim enviar por email, pois vou seguir exatamente como você fez. Parabéns fotos maravilhosas, todo roteiro muito claro e objetivo. aguardo uma resposta.

  68. Olá André, amei suas dicas com ótimas explicações e ilustrações. Pretendo ir no final de março/2015, vc sabe se a temperatura estará mais agradável (menos frio rs)? Ainda não decidimos hotel, gostaria de uma sugestão de hotel que pudesse deixar a gente bem localizado e que não fosse tão caro? Vamos ficar 7 dias, vc sugeria quais outros passeios? Obrigada pela atenção e parabéns!!!

  69. Seu artigo é fantástico. Usando mais de seus conhecimentos sobre Paris: pretendo passar o Natal e Ano Novo em Paris. Sou de uma região quente do Estado de SP. Você acha que vou sofrer muito nesse inverno de lá passando esses dias de dez/2014 e jan/2015

  70. Olá André, gostaria de saber como foi a compra de ingressoas para pontos turísticos como a Torre Eiffel e o Louvre. Algumas pessoas dizem que é melhor comprar o ingresso antecipado por causa das filas, mas o que voce indica?

  71. Gostei do roteiro de três dias em Paris.
    Vou me orientar por ele. Irei a Paris em Janeiro de 2015.
    Você conhece algum curso de francês para viagem pra me indicar.
    Moro na cidade de São Paulo.
    Sônia Guerra

  72. Olá!! Adorei as dicas…
    Estarei indo a Paris em junho/2015 de lua de mel, ficaremos 6 dias e meio, rs.
    Você acha que vale a pena comprar citytour, excursão em ônibus panorâmico?
    Estou perdida para montar o roteiro.

  73. Gostei muito da reportagem e agradeço as dicas e roteiro.
    Vou com meu marido em desembro 3 dias a Paris. Estava a pensar comprar o bilhete diário de transportes públicos, mas assim talvez seja melhor comprar os bilhetes somente de viagem, ou seja, por exemplo 10 viagens, o que acha? Vamos ficar na zona de Montparnasse. Desde já agradeço sua resposta.

  74. Eu tiraria as Galeries Lafayette e (no caso da visita à Tour Eiffel ter sido feita) o Arco do Triunfo.. a Champs Elysée também foi uma grande decepção (vê-la da tour Eiffel é suficiente). Aconselho o passeio de barco (que sai dos pés da Torre) como uma excelente forma de conhecer Paris, escutando ainda um pouco de sua história sob suas inúmeras pontes (mas levem casaco e chapéu/gorro mesmo que esteja calor sob pena de quase congelarem!), de preferência 1h antes do por do sol. é lindo. Ao invés de entrarem na Notre-Dame (que é muito mais interessante por fora, além do fato de que há filas imensas e fui extremamente mal-tratada pelos “armários” imigrantes que trabalham lá- se quer ver igreja mais interessante por dentro escolha outra, como a St Severin) dê uma esticada na graciosa Île St-Louis (não deixando de passar na boulangerie homônima e pedir um mille-feuilles de comer rezando) e atravesse a ponte até St-Michel (dá pra fazer isso no tempo que gastaria na fila da Notre-Dame)..não sem antes parar para escutar os accordéonistes na ponte..Outras vizinhanças muito agradáveis: Marais, St Germain-de-Près e Passy (para um possível quarto dia).. Paris é um encanto, mal vejo a hora de colocar meus pés de novo na terra do fromage.

  75. Muito claro e interessante! Estou programando uma viagem p Paris p início de janeiro e resolvi dar uma pesquisada em roteiros p quem vai ficar poucos dias… Foi ótimo ter ‘de cara’ encontrado as suas dicas! Parabéns e obrigada! Vou imprimir pois certamente me será válido no passeio!

  76. Boa Tarde andré, primeiramente meus parabens pelo blog, vai me servir como uma luva, visto que no proximo mês eu e minha esposa estaremos indo para Paris, vamos ficar 3 dias e acho que com esse guia vamos nos dar muito bem, ja moramos na europa a alguem tempo e essa vai ser nossa primeira ida a Paris, gostaria de saber se vc tem alguma dica de hotéis, pq todos os que eu procurei ou são baratos demais e as qualificações dos visitantes não são nada boas, e os outros são caros demais.. nossa intenção seria pagar algo em torno de 100 Euros por dia de estadia, visto que o hotel é somente para dormir, mais também tem que ser algo confortavel ao menos.. Quando voltar posto algumas dicas aki tb.. e se tiver interesse de algumas dicas de alguns paises aki na europa fica a disposição.. Obrigado…

  77. Bom dia André, estou planejando ir a Paris em Janeiro/2015, gostaria por gentileza que me orientasse quanto a transporte, pretendo ficar hospedada no hotel por nome Chelles Comfort, cujo endereço é 6 Rue I`Orne Chelles, França. Esse hotel fica perto do centro da cidade? Pretendo ir do aeroporto para o hotel de metrô, trem ou taxi, é seguro? Qual o tempo do aeroporto/hotel? Gastarei em média quanto? A CVC me cobrou R$1.000,00 ida e volta.
    Obrigada e aguardo Resposta!

  78. Olá André!

    Muito pertinente as sua dicas 🙂

    Viajo em breve a Paris, surpresa de aniversário à minha filha..!

    Uma escapadinha de 2 dias, anotei o seu roteiro, um texto sucinto, excelente ajuda!

    Obrigada pela partilha!

  79. Olá! Adorei as dicas! Já anoitei os roteiros e espero que dê tudo certo na minha viagem! Quanto tempo é necessário no Louvre para fazer essa vista breve?
    Obrigada!

  80. André, muito boa as dicas de Paris. Estou indo com minha esposa em setembro e como ficaremos somente 3 dias inteiros, esse roteiro caiu como uma luva.
    Na entrada do Louvre é possível conseguir o guia eletrônico sem enfrentar filas, ou seria melhor contratar antes via internet?
    Um abraço

  81. Parabéns pelo texto, ótimas dicas muito bem escritas! Estou morando no sul da França há pouco tempo e esse fim de semana será a minha primeira vez em Paris. Agora já sei por onde começar meu passeio rs… Obrigado!

  82. Olá André, gostei muito de suas dicas, gostaria de saber se é fácil taxi em Paris, pois, levarei meus pais e minha mãe tem dificuldade de locomoção. Ficaremos no Mercure Paris La defense 5, vms pela Abreu Turismo, porém terei 3 dias livres.

  83. Olá, André,
    Passarei o Ano Novo em Paris. Gostaria de saber se tens alguma dica de lugares onde a virada seja significativa, pois não sei como é esta data lá, devido ao frio intenso?
    Obrigada.

  84. Olá André,irei a Paris fim desse mês e gostei muito do seu roteiro, tentarei seguir 80% dele. Tenho uma dúvida: você acha que é possivel fazer o roteiro do seu 3º dia começando numa tarde, as 16h? Você começava muito cedo? Abraço

    • Olá Pedro.

      Eu acredito que começar cedo seja o melhor caminho para garantir boas experiências em viagem, creio que o André vá concordar comigo também.

      Comece cedo o seu dia, assim ele será bem mais longo. Na Europa tem ainda a questão do inverno, em que o sol vai embora às vezes antes das 17h.

      Um abraço.
      Alyson Regis Darugna

      • o problema é que praticamente nada abre antes das 9h ou até 10h da manhã.
        eu começava meu dia por volta das 10h e acabava só 0h, 0h30.. cheguei no Brasil semi-morta, porém esfuziantemente realizada..

  85. André,
    Muito bom o seu roteiro. Irei em outubro para Paris pela primeira vez. Seria possível nestes três dias incluir o Palácio de Versalles? Qual a seria sua dica para incluí-lo?
    Obrigado.

      • em uma primeira e curtissima visita (3 dias) talvez valha a pena nem ir ao Louvre.. há de ter disposição e tempo .se for pra fazer uma maratona, não compensa.. Paris deve ser saboreada com calma.. eu passei umas 7h no Louvre e fiquei descadeirada! mas só fiz isso porque fiquei quase 2 semanas em Paris.. se não fosse assim, não o faria.

        • Olá Mila, eu acredito que se a pessoa não gosta muito de museu não deveria ir, não adianta insistir em algo que não é a sua somente para dizer que foi. Mas se a pessoa valoriza a história, Louvre é imperdível.

          A recomendação do roteiro é para três dias, já que a maioria das pessoas as vezes mal consegue essa quantidade de dias para cada cidade.
          Grande abraço.

  86. Olá, muito util suas dicas. Vou a Paris ficar 2 dias tbm. Vc pode me dar uma dica de uma programaçao de pontos trísticos próxima do hotel les invállidos,de modo tbm fazer a pé, meu filho 15 anos muito curioso sobre o local. Obrigada,
    Elaine

    • Olá Elaine, como vai? Você estará em uma excelente localização, a 1km da Torre Eiffel, poderá ir caminhando com a maior tranquilidade.

      Dali para frente siga nosso roteiro, ele começa na Torre Eiffel, estes são os principais pontos turísticos que recomendo para essa quantidade de dias.

      Boa viagem.

  87. Poderia dizer a região ou o hotel no qual ficou hospedado?
    Estamos indo agora em Novembro e estou completamente perdida em relação a qual regiao ficar hospedada.
    Obrigada.

    • Olá Fabiana, como vai?
      Nós ficamos hospedados na casa de amigos, mas qualquer hotel a 2 km da Torre Eiffel pode ser considero super bem localizado.
      Caso queiras uma opção mais econômica, saiba que o sistema de transporte de Paris é super simples de ser utilizado, procure um hotel próximo de uma estação de metrô e estará tranquila.

      Grande abraço.

  88. Perfeito seu roteiro! já fui pra lá, mas não lembrava o melhor trajeto para refazer agora com o meu marido. Não teria feito melhor.
    Obrigada!

  89. Estamos viajando para Paris pela primeira vez e achei o roteiro e as dicas muito boas. Gostei muito da ideia de conhecer Paris caminhando.

  90. André, minha pergunta é sobre a segunça. É tranquilo fazer todo esse caminho caminhando? É minha primeira vez na Europa. Ótimas dicas foram pegas em várias matérias daqui. Parabéns.

  91. Incrível seu roteiro! Fotos fantásticas! Descrições detalhadas! Foi muito útil as dicas e detalhamento de como se locomover a pé em Paris.
    Poucos vezes vi um roteiro tão rico e tão detalhado sobre o descolamento entre os pontos turísticos
    Parabéns pelo trabalho!

DEIXE UMA RESPOSTA