Morar no Paraguai em 2020 – a real, sem meias palavras.

Meu nome é André Darugna, sou brasileiro casado com paraguaia, pai de um lindo menino brasiguaio chamado Matteo. Moro no Paraguai desde 2005 e aprendi a amar este lugar.

São duas e meia da tarde, quinta-feira, 12 de dezembro de 2019. Estamos sem luz há mais de uma hora.

Faltam poucos dias para terminar o ano e os projetos para 2020 não param de martelar na cabeça de muita gente, inclusive na minha.

Hoje quero mandar a real sobre várias coisas que acontecem no Paraguai, para que você possa refletir antes de tomar sua decisão de se mudar ao Paraguai em 2020.

Não quer ler um texto tão longo? Ouça a narração dele aqui!

Primeiramente, o Paraguai não é um lixo como muita gente preconceituosa pensa, mas é certo que o país é bem sujinho, falta amor pelo próprio país por parte da população.

Isso é cultural, não é exclusividade das classes sociais mais baixas. O povo paraguaio em geral, vale a redundância, estou generalizando, não tem a cultura de cuidar da rua, do bairro, da cidade e muito menos do país. A limpeza pública não funciona nem perto do ideal, é comum ver montanhas de lixo acumuladas pelas esquinas.

Eu gosto do Paraguai

Eu gosto do Paraguai, e somente passei a gostar mais quando o aceitei com seus problemas e virtudes.

Nós três em viagem de Assunção a Ciudad del Este

Não posso ser hipócrita de negar que estou profundamente irritado com a falta de energia elétrica, afinal é a terceira vez em 24 horas.

Então me coloquei a pensar:

  • Será que estou enganando toda essa gente?
  • Será que estou vendendo gato por lebre?
  • Estou faltando com a sinceridade e realidade?

Nesse momento tão emocional do ano, onde as pessoas traçam objetivos, se impõe metas e me comentam que desejam se mudar ao Paraguai em 2020, preciso desabafar, falar a real, explicar o inexplicável.

O Paraguai é um país extremamente pobre, com carência em muitas áreas, a corrupção reina e qualquer coisa que esteja relacionada com o governo não funciona de forma ideal.

As rodovias não são tão ruins, mas as ruas das cidades, principalmente da capital e região metropolitana são um completo desastre. Há buracos em todas partes, água potável sendo desperdiçada o dia inteiro em todas as ruas, por causa de tubulação antiga e falta de reparos.

Os amortecedores de um zero quilômetro não duram 20 mil quilômetros.

Família da minha esposa em seu aniversário aqui em casa

País pobre, com seus problemas e virtudes

Aqui está proibido chover, a cidade inunda pois não tem escoamento de água, não há nem mesmo sistema de desague público conectado à minha casa, tivemos que construir tanques de reservatório e esvaziá-lo com um caminhão pipa de tempos em tempos. As ruas fedem, pois quem não tem dinheiro para custear essa estrutura, e ainda pagar pelo serviço de desague, evidentemente solta seu esgoto livremente na rua.

Eu moro num bairro entre aspas nobre, condomínio, mansões, golfe, tênis, cassino, lanchas e iates. Quanta discrepância entre o bem privado e público, ruas sujas de areia, terrenos com lixo acumulado, água perdida, casas que ocuparam terrenos da marinha e muito esgoto à céu aberto.

Clima extremamente caloroso

Falando em clima, faça chuva ou faça sol, vai faltar luz, não importa se é garoa ou tempestade, solzinho ou calderão. A temperatura média durante o ano está na casa dos 30 graus, com picos de 40 no verão. A rede elétrica não dá conta de tantas conexões incompatíveis com os eletrodomésticos e rede de distribuição fraca, com transformadores da segunda guerra mundial, sim, não importa quando você tiver acesso a este conteúdo, com certeza estaremos mais uma vez na escuridão.

Estou escrevendo este texto ao som do gerador de energia do meu vizinho, infelizmente ainda não tivemos dinheiro para investir nisso. Sim, é muito comum mas casas de pessoas mais privilegiadas. Vou pedir ao papai noel, mas não sei se fui um bom menino.

Estado ausente, para bem ou para mal

Pode parecer absurdo, mas você precisa se encarregar de tudo aquilo que o Estado deveria entregar como serviço básico. Os impostos são baixíssimos, mas você está vivendo praticamente num país libertário, onde a sociedade deve fornecer soluções privadas para tudo. Se no Brasil temos o custo Brasil, aqui certamente você encontrará o custo Paraguai, é 6 ou meia dúzia.

Se os impostos são baixos, o lucro é grande, neste 2019 viver aqui ficou caro, se você compara o mercado com qualquer outro país, até mesmo o Brasil, fica assustado.

Deixou de ser um país barato

O país dos eletrônicos ficou caro, falo por experiência própria, já não compro nada aqui, ou compro dos Estados Unidos, ou até mesmo no Brasil. E quando não dá, infelizmente se paga o preço.

Outro dia meu pequeno quebrou a TV Plasma de 50 polegadas que eu trouxe do Brasil em 2013… sim há seis anos já era mais barato no Brasil. Ficamos sem TV na sala umas duas semanas, mas com criança em casa é complicado, tive que tirar o escorpião do bolso. Fiz a burrada de comparar, no Brasil era mais barato um modelo mais moderno da mesma marca, só comparei para me decepcionar, pois não teria como esperar para comprar.

Contar com o governo paraguaio é ilusão, o pouco que se arrecada vai para o funcionarismo público e corrupção.

Mas então é mentira tudo o que se fala sobre o Paraguai e as oportunidades?

O boom do Paraguai está no setor privado, nas oportunidades que o crescimento oferece. Não é exatamente um projeto de país, poderia dizer que rolou, durou bastante, mas por mais que o crescimento ainda esteja na casa dos 3 a 4% ao ano, já vivemos épocas melhores.

As pessoas estão apreensivas desde a troca de governo, saiu o Presidente Cartes, entrou Mario Abdo Benítez, sucessor do mesmo partido, mas de outra ramificação.

As coisas esfriaram, perdemos a confiança no governo, a sensação de corrupção aumentou, algo que Cartes tinha conquistado foi justamente a diminuição dessa palhaçada.

Tudo bem, falem do Cartes o que quiserem, o acusam de ser contrabandista, lavador de dinheiro e até de narcotraficante, mas foi um bom presidente.

Então você acha o Paraguai ruim?

O Paraguai ficou ruim André? Não, o governo do Paraguai nunca foi bom, essa é a realidade. E antes que falem que eu passo pano para o Cartes, ele foi no máximo “bom/regular”, teve sorte, essa é a verdade. Com Brasil e Argentina quebrados, o dinheiro de investidores caiu aqui, um país que pelo menos respeita a propriedade privada e sem essa idiotização da esquerda. O dinheiro não tem nacionalidade, não tem fronteiras, o dinheiro circula onde ele possa render melhor.

O Paraguai governo não colabora, é bem complicado. Nem sempre o problema é o governo, pois aqui ele praticamente não existe, e tudo corre bem, com exceção dos probleminhas que comentei. Mas da porta do negócio pra dentro, da porta de casa pra dentro, se você for batalhador vivirá muito bem.

Não quero iludir ninguém, eu vivo bem, mas tenho minhas deudas, minhas dificuldades, meus problemas e dilemas também. Mas não estou culpando o governo por isso, a vida é cheia de problemas, não pense que só você está passando aperto.

Minha esposa Karen, Matteo e eu – nossa casa em Lambaré

Estrangeiros adoram o Paraguai

Conheço muitos estrangeiros que moram aqui, a maioria deles não pensa em ir embora, conseguem enxergar oportunidades justamente em meio aos problemas do país.

Num país de maravilhas não há nada por favor, não há nada por inventar, por criar, já aqui o que não falta é lugar para boas ideias, para um melhor atendimento, um melhor produto. Não estamos brigando por centavos, aqui a qualidade é transformadora, conquista e fideliza.

O povo paraguaio é maravilhoso

Não podemos esquecer do povo paraguaio, que não tem nada a ver com o governo, o povo trabalhador, de bem. Ahhh, esses são maravilhosos.

Pessoas atenciosas, educadas, receptivas e de bom coração. Pessoas que multiplicam os pães, te oferecem de comer e beber, mesmo quando estão com dificuldades.

Eles tem sua forma de ser, são paraguaios afinal, tem outra cultura, outros traumas, outras crenças.

Paraguai, ame-o ou deixe-o. Não há melhor forma de descrever a realidade deste país, do que com a famosa frase de Walter Winchell dos EUA, e replicada no governo Medici do Brasil.

Por que eu gosto do Paraguai?

É complicado responder a razão de gostar de viver no Paraguai, só há como sentir. Embora tenhamos muitas dificuldades eu jamais pensaria em voltar a morar no Brasil, pelo menos não durante minha vida produtiva. Adoro o Brasil, não há terra igual, não existe nada melhor que o calor do seio familiar, rir com amigos, ir numa pastelaria, comer um pão de queijo, tomar uma gelada no isopor, ouvir até mesmo um sertanejo universitário, quem nunca? Até mesmo sem gostar, você vai se identificar.

Paraguai com seus problemas e virtudes, copo meio cheio ou meio vazio?

Eu prefiro ver o copo meio cheio, cheio de oportunidades, cheio de sonhos e planos.

O Paraguai é um bom lugar para se mudar em 2020? Eu acredito que para mim sim, é e sempre será, pois não é o país que determina o que você vai ser ou conquistar, é sua vontade e persistência.

O brasileiro é um povo tão guerreiro, dá certo em qualquer lugar. Tem fome de vitória, fome de superação.

Um país virgem para explorar e crescer

O Paraguai tem um mercado em desenvolvimento, está em crescimento e possui uma burocracia muito menor que a do Brasil. Posso tentar todas as loucuras que me passar pela cabeça, se não der certo não deu, abro e fecho, bola pra frente e tentar novamente. O freio de mão não está na abertura da empresa, na habilitação, na inspeção dos bombeiros com N regrinhas absurdas ou vigilância sanitária da insanidade… Você abre, coloca a cara a tapa e vê qual é, não tem CLT, não tem sindicato, não tem metafísica do cálculo composto de impostos.

Sinta-se livre.

Falando em liberdade, a segurança está longe dos patamares desejados, mas a violência é imensamente inferior a que acontece no Brasil.

A educação pública está muito longe de ser a ideal, mas não ficou em último lugar da América Latina no PISA de 2018, como o Brasil, se é que você perdeu essa notícia.

A saúde pública é precária, longe de servir com dignidade ao cidadão, mas minha esposa recebe gratuitamente há vários anos um remédio de 10 mil reais, todos os meses, entregue pela farmácia do IPS.

As ruas estão mais esburacadas que as crateras lunares, mas você terá liberdade para comprar-se uma 4×4 uma vez que triunfar sem o bafo do estado no seu cangote.

Um novo país? Não, um novo mundo!

Você terá que se adaptar a ser livre, sentirá falta do inspetor, do Estado tentando fazer você desistir.

Mas vai ter de se transformar, aceitar muitas coisas que vão na direção contrária de tudo aquilo que você aprendeu como certo.

Aprenderá que a hora paraguaia existe, que as pessoas são extremamente informais ao fazer negócios, assistir a compromissos e reuniões. Terá que entender que não há um consciente coletivo de rendimento ao extremo no trabalho, que a vida é mansa e você não precisa fazer hoje o que poderia ter sido feito ontem.

Encontrará pessoas simples, no desemprego, mas não faltam exatamente vagas de trabalho, o que falta é mão de obra qualificada para ocupar as vagas.

Encontrará um povo à espera de uma oportunidade, que deseja aprender e trabalhar, mas terá que ter paciência para ensinar.

Encontrará pessoas felizes com pouco, tristes com muito, ou ranzinzas porquê está na moda reclamar de tudo.

Mas venha aqui para fazer, ao invés de esperar que façam, de a cara a tapa, toque portas, seja insistente e persistente, e o Paraguai será sua casa, seu porto seguro, seu segundo amor, aquele que provavelmente durará para toda a vida.

A felicidade não está no Paraguai

Não existe lugar perfeito, a felicidade não está aqui, não está no Brasil, nos EUA ou Europa. A felicidade reside dentro de cada um de nós.

Não busque nada além da felicidade, ouça seu coração e se arrependa do que não deu certo, nunca se arrependa de não haver tentado.

Ser feliz só depende de você, e se acredita que aqui será feliz, venha de coração aberto, mente escancarada, e abrace as oportunidades, as vezes elas passam e a gente não percebe.

No final das contas o problema não está no Brasil, está em você, que não encontrou sua felicidade em nossa terra amada, idólatra, salve salve.

Sem pressa, viva a vida, um dia por vez, esqueça o futuro, viva o presente, procure alegrias, não mordomias, e quem sabe você se encontre.

Sem mais, um dia eu volto.
Obrigado pelo carinho de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *